PDT oficializa pré-candidatura de Drª Maria Félix à Prefeitura de Cajari

Uma grande festa política/partidária marcou, neste sábado (20), a Convenção Municipal do PDT na cidade de Cajari, na Baixada Maranhense.

O evento realizado em um restaurante situado na sede da cidade contou com as presenças de milhares de moradores e lideranças políticas locais e regionais; tendo oficializado a pré-candidatura da Drª Maria Félix à Prefeitura, em 2020.

Mãe do pedetista e presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho, Maria Félix assumiu o comando do diretório do PDT na cidade. Ela reúne, hoje, o maior grupo político da história do município, formado, por exemplo, pelo atual vice-prefeito Antônio Furtado, conhecido como “Chofer”; vereadores (tais como Bigu e Amado); ex-prefeitos (Bento Sousa, Nascimento Almeida, Quinco Muniz e Batista Coelho); ex-vereadores (Pedro Gomes, Murilo, Adalton, Didi – presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais — Mauro Santos, Seu Riba, Raimundo José e Edmilson Gomes); ex-candidatos que disputaram o pleito majoritário de 2016 (Constâncio Sousa, Major Júnior e Capitão Eduardo); além de representantes dos mais variados segmentos da sociedade cajariense.

“Tenho certeza que a amiga Maria Félix fortalecerá o partido em Cajari. Trata-se de uma mulher guerreira, que pode contribuir para que o município cresça e se desenvolva cada vez mais. Ela tem todo o nosso apoio”, afirmou o senador Weverton Rocha, presidente estadual da sigla. Weverton gravou um vídeo que foi exibido durante a Convenção.

“Chofer” citou o comprometimento da pedetista para com os moradores de Cajari e criticou a situação precária pela qual passa o município. “Se erramos em 2016, é necessário que façamos a correção em 2020. E para atingirmos este objetivo, o nome certo para Prefeitura é o de Maria Félix”.

Membro da executiva nacional da legenda, o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, disse ter certeza que a pré-candidata fará muito por Cajari. “A Drª Maria Félix dialoga permanentemente com o povo, conhece suas reais necessidades e tem um planejamento para realizar uma gestão pautada na transparência e crescimento econômico. Será uma valorosa prefeita, tenho certeza”..

Líder do PTB na Câmara Federal, Pedro Lucas Fernandes anunciou que o seu partido estará com a pedetista na eleição municipal do ano que vem. Ele lamentou o fato de Cajari possuir uma gestão incapaz e que não consegue atender aos anseios da população. “Mas está página negra será apagada em breve. Na gestão Maria Félix, o município viverá uma era de desenvolvimento em todos os setores”.

Avaliações semelhantes fizeram o vereador e presidente do PDT de São Luís, Raimundo Penha, e o deputado estadual e 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa, Glalbert Cutrim. Para eles, Cajari, ano que vem, terá a oportunidade de abraçar uma candidata que realmente representa a mudança que os eleitores tanto almejam.

Osmar Filho fez questão de destacar o amor que a sua mãe nutre pelo município e seus moradores. “Minha mãe e o seu grupo político possuem um projeto concreto para desenvolver Cajari, gerar trabalho e renda e, de fato, alavancar a economia da cidade. Me sinto honrado e emocionado em estar participando deste momento, que é apenas o primeiro passo para uma vitória que será dos cajarienses”.

Maria Félix agradeceu as manifestações de apoio e carinho. Ela ratificou o seu compromisso de continuar lutando pelo crescimento do município. “O sentimento é de que, juntos, faremos uma Cajari verdadeiramente melhor e mais desenvolvida”.

Como vamos enfrentar este idiota que está na Presidência. Por Antônio Carlos de Almeida Castro

Bolsonaro nega xenofobia e diz que criticou governadores do MA e PB

O presidente Jair Bolsonaro negou hoje que tenha se referido aos nordestinos como “paraíbas”.

Segundo ele, na mensagem que vazou durante uma conversa com Onyx Lorenzoni a referência foi apenas aos governadores do Maranhão e da Paraíba – como até mesmo sites de esquerda noticiaram inicialmente.

“Eu fiz uma crítica ao governador do Maranhão e da Paraíba, vivem esculhambando obras federais, que não são deles, são do povo. A crítica que eu fiz foi aos governadores, nada mais. Alguns tentam, o tempo todo, através da desinformação, manipular eleitores nordestinos. O parlamento não é tão raso como estão pensando”, declarou.

Quase 2 mil caminhoneiros se mobilizam em grupos de WhatsApp por paralisação

Categoria planeja ato para segunda (22), mas ainda não há consenso.

Quase 2 mil caminhoneiros estão em, no mínimo, 15 novos grupos do WhatsApp recém-criados para discutir uma possível paralisação da categoria na segunda (22).

Eles estão contrariados com a resolução da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) que estipulou a nova tabela de preços mínimos do frete rodoviário, divulgada na quinta (18), com valores abaixo dos esperados.

A realização da paralisação não é consenso entre os participantes. Parte dos grupos é refratária à ideia por conta da dificuldade financeira que teriam com os dias sem trabalhar.

Os administradores dos novos grupos negam ser articuladores do movimento, ao mesmo tempo em que algumas lideranças que tomaram a dianteira durante aparalisação de 2018 não estão em nenhum deles.

O nome dos grupos segue sempre o mesmo formato, com o título formado por paralisação, a data de 22/07 e a abreviação do nome de um estado.

Apesar serem vinculados a um estado, a maior parte deles é formada por pessoas de regiões diferentes da indicada.

Eles trazem em suas descrições o mesmo texto: “Publicações fora do contexto das pautas dos caminhoneiros não serão aceitas. FOCO NA MISSÃO!”

Nesses grupos, há desde convocações para greve, com críticas ao presidente Jair Bolsonaro, por vezes chamado de traidor, até alguns vídeos cômicos e imagens eróticas.

Os caminhoneiros emitem suas opiniões também em áudio ou vídeos nos quais discursam enquanto são filmados pela câmera frontal de seu telefone.

Foram disparados avisos sobre o risco de uma ação de contra-inteligência estar sendo realizada dentro dos grupos, com membros do governo se passando por caminhoneiros.

Parte dos trabalhadores se diz intervencionista, defendendo um regime militar.

A rotatividade dos grupos é alta. São muitos os avisos de pessoas que entraram usando um link compartilhado por outra pessoa no WhatsApp e outros de pessoas que decidiram sair.

Também circulam ali convites para entrar em grupos do gênero, de estados diferentes.

A reportagem localizou queixas de caminhoneiros em relação à falta de liderança dos grupos, o que dificultaria a paralisação de segunda.

Há administradores em comum entre eles. Porém, quando contatados, eles disseram não ser líderes e se negaram a dizer se havia uma liderança que articulasse a criação dos grupos.

A reportagem foi expulsa de dois deles por um desses administradores após procurá-lo em particular pelo WhatsApp para pedir informações.

Outra administradora que trocou mensagens com a reportagem disse que não poderia dizer nada, pois não falava em nome dos caminhoneiros. Segundo ela, o movimento começou simultaneamente em vários locais.

Wanderlei Alvez, o Dedeco, um dos articuladores da paralisação de 2018, diz que não participa dos novos grupos e já foi retirado de alguns deles por seus organizadores.

Ele afirma acreditar que os grupos da paralisação de segunda não foram criados por caminhoneiros, pois, segundo ele, a categoria o trata com respeito.

Dedeco diz que o principal problema da classe é justamente a falta de liderança e cobra maior protagonismo da CNTA (Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos) para defender o interesse dos caminhoneiros junto ao governo.

O ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, deve se reunir com representantes de caminhoneiros e outras entidades afetadas pela nova tabela de fretes na próxima semana. A data ainda não foi confirmada.

Sobre a reunião, uma das mensagens compartilhadas seguidamente pelo WhatsApp dizia que os caminhoneiros não arredariam pé e, caso o ministro quisesse fazer reunião, teria de fazer na pista.

A nova tabela de fretes foi elaborada pela Esalq-Log, da USP, e a próxima revisão oficial está prevista para o início de 2020.

Fonte: Folha de São Paulo

EX-GUARDA PENITENCIÁRIO É PRESO COM CÉDULAS FALSAS NA CIDADE DE CANTANHEDE

O ex-guarda temporário Genilson Costa Gomes e a esposa dele Jackeline Sousa da Silva, foram presos pela Polícia Civil na cidade de Cantanhede, (MA). O casal é acusado de fazer compras no comércio local e distribuir cédulas falsas. Os dois já vinham sendo monitorados pela polícia em função de estarem agindo em Cantanhede e cidades vizinhas. Eles faziam a compra de pequeno valor e pagavam com cédulas de um valor maior. Com isso eles faziam circular as notas falsas e pegava o troco com cédulas verdadeiras.  Os acusados foram presos e autuados em flagrante por crime de falsificação e circulação de moeda.
VIDA NO CRIME
Genilson foi exonerado do cargo que exercia como guarda penitenciário temporário no ano passado.  Ele foi flagrado em janeiro de 2018 quando entrou no Presídio São Luís,  onde trabalhava com uma sacola com vários aparelhos de telefone celular.  Genilson já vinha sendo monitorado pelo sistema de segurança do presídio.  Já que havia suspeita de que ele estava levando celulares para os presos. O ex-guarda temporário acabou sendo flagrado no momento em que ia entregar a sacola com os telefones para um preso. Ele recebeu voz de prisão em flagrante e acabou sendo demitido da função que exercia. Agora ele foi flagrado novamente cometendo outro tipo de delito.

SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA- SAMU DIVULGA RELATÓRIO DE JUNHO DE 2019 E REVELA MELHORIAS NO ATENDIMENTO

O SAMU de Pinheiro divulgou na última semana o relatório mensal de atendimentos do mês de junho DE 2019. Referência na baixada, o serviço prestado pelos profissionais pinheirenses faz a diferença quando o assunto é salvar vidas.
O relatório é importante porque serve de orientação para os profissionais, através dele é possível constatar os avanços e possibilidades de melhorias no serviço prestado. No documento entre outras informações consta o número de atendimentos realizados durante todo o mês de junho, os tipos de ocorrências e o tempo gasto para fazê-las.
Com base nesse relatório fazendo um comparativo com o mesmo período do ano passado é possível perceber que houve melhorias no atendimento. Só no mês de junho deste ano o SAMU atendeu 418 ocorrências com um diferencial importante: o tempo de resposta médio para cada atendimento diminuiu em relação ao ano de 2018 de 44 minutos para 30 minutos; cada segundo faz total diferença no resultado do atendimento, o tempo é fator fundamental para a garantia da vida.
Também é possível constatar que o número de casos envolvendo traumas ainda é alto, representando 17,2% das ocorrências e que o maior número de atendimento continua sendo de casos clínico um total de 74% das ocorrências.
As melhorias são resultado de investimento, incentivo e apoio a Unidade. Pinheiro hoje possui unidades de suporte básico e avançado, além disso, foi implantado o Núcleo de Educação Permanente-NEP, que possibilita que a equipe de profissionais do SAMU mensalmente recebam treinamento, mantendo-os atualizados, o que tem melhorado ainda mais o a qualidade do serviço. Esse estilo de trabalho que despertou a atenção das prefeituras da região que hoje solicitam ao NEP de Pinheiro o treinamento para suas equipes.
Sob a direção geral de Alexsandra Mendes, o SAMU, além de realizar o atendimentos de urgência, executa um projeto mensal de assistência as comunidades carentes. O SAMU Solidário é um projeto que visa levar as comunidades carentes, medicamentos, cestas básicas e muito carinho.

Deputado Leonardo Sá é visto como caloteiro entre as lideranças de Pinheiro

Uma liderança identificada como Gilmar, que realiza trabalho social na área do esporte no município de Pinheiro-MA, detonou o deputado Leonardo Sá durante discurso em um evento de futebol na cidade.

A liderança chamou o parlamentar de “fuleiro” e disse que lhe “deixou na mão” por não pagar a premiação da competição. Segundo Gilmar, o deputado havia prometido repassar R$ 4 mil de patrocínio para o evento.

“Hoje o patrocinador da competição fuleirou comigo, já corre atrás o máximo possível de me pagar a premiação da competição. Todo ano a gente faz a competição, o patrocinador vem e ele mesmo paga pra saber que é ele que tá patrocinando a competição, esse ano o cara me deixou na mão. O patrocinador da competição era Leonardo Sá. De hoje em diante Leonardo pode não contar comigo”, disse a liderança.

‘Mais Viver Praia’ traz grupo Falamansa para animar público neste sábado (20)

Um dos grupos de forró mais contagiantes do país vai abrilhantar a programação do Mais Viver Praia, neste sábado (20), a partir das 16h, na Praia do Caolho. O Falamansa será atração do projeto cultural, trazendo grandes sucessos e novidades da trajetória de duas décadas no cenário artístico brasileiro. A iniciativa do Governo do Estado, executada pela Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e parceiros, reúne uma série de atividades de lazer, esporte, cultura e cidadania, tendo a praia como espaço de convivência. O projeto terá agenda todos os sábados de julho.

O Mais Viver Praia veio como alternativa de lazer, de diversão, oferecer atividades diversificadas na cultura e esporte e unir todas as faixas etárias, pontuou o titular da Setur, Catulé Junior. “O primeiro sábado foi um sucesso e para essa segunda edição convidamos uma banda de forró que todo mundo adora, o Falamansa. Queremos que as pessoas aproveitem todas as ações que as secretarias prepararam para o evento”, disse.

“Vamos coroar o projeto com este grande show no sábado e esperamos que as pessoas compareçam em mais esta edição para prestigiar a agenda. Ampliamos a estrutura e a segurança, e tenho certeza que o evento vai continuar agradando a todos”, enfatizou Catulé Junior. A estimativa dos organizadores é que mais de 15 mil pessoas venham prestigiar esta edição do evento.

O Falamansa tem como estilo o chamado forró universitário e sucessos como Xote da Alegria, Tô Rindo à Toa, Xote dos Milagres, Avisa, Xote Universitário, A Falta, Esperando na Janela, Oh Chuva e muitos outros. Nestes 20 anos de carreira conquistaram milhares de fãs pelo Brasil afora e já se apresentaram em mais de 15 países. Atualmente, o grupo faz shows relembrando a carreira, o que será mostrado ao público na apresentação deste sábado, no Mais Viver Praia. O Falamansa é formado por Tato, Valdir do Acordeon, Alemão e Dezinho e já tem 11 discos lançados.

Além de curtir o show, os fãs podem ter a oportunidade de chegar pertinho dos integrantes da banda, fazer um registro e ainda ganhar o dvd especial de comemoração dos 20 anos de carreira. Basta seguir a página da Setur no instagram – @seturmaranhao -, comentar a música preferida e marcar um amigo para levar ao camarim. Pode participar quantas vezes quiser, marcando pessoas diferentes. Perfis fakes e comerciais não entram na promoção. O sorteio será às 14h do sábado, no local do evento, no trecho de prolongamento da Avenida Litorânea, Praia do Caolho.

Mais Cultura e Lazer

A programação deste sábado do Mais Viver Praia terá ainda show da banda de reggae maranhense Raiz Tribal, abrindo a agenda cultural do evento. Uma série de atividades que já fazem parte do projeto também vão animar o público. Entre estes, a comercialização de produtos artesanais maranhenses, de lanches, ações de orientação de saúde e avaliação nutricional, educação ambiental com distribuição de mudas, contação de histórias, jogos, aulões de zumba, quick massage e brindes.

O projeto é desenvolvido pela ação conjunta das secretarias de Estado e conta com feira de artesanato de artistas do Ceprama e atendimento aos turistas na Central de Informações ao Turista, sob coordenação da Setur. A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) promove ações de educação ambiental, distribuição de mudas com adubo orgânico, de canudos de papel e lixeiras para carros.

Unindo esporte e recreação, o público vai contar com as atividades do projeto Esporte é Vida, da Secretaria de Estado de Desporto e Lazer (Sedel), que terá, ainda, vôlei, basquete, travinha, peteca, jogos adaptados, jogos de mesa, pula-pula e aulão de zumba. Com o programa Mais Renda, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes) vai levar beneficiários do programa do governo e os carrinhos de comercialização de lanches, além de avaliação nutricional.

A Secretaria de Estado da Gestão, Patrimônio e Assistência dos Servidores (Segep) levará para o evento ações de bem-estar. A criançada e público geral vão se encantar com as atividades do Circo Tô na Rua, projeto realizado pela Secma. As atividades de saúde com equipes da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Acessibilidade e inclusão também estão contempladas no projeto estadual, por meio de ações da Secretaria de Estado de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) que vai participar com o coletivo tiquira com cuxá, que trará jogos adaptados. Ainda, a Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB) vai garantir transporte às pessoas com deficiência com o projeto Travessia.

Petrobras baixa gasolina em R$ 0,03 e diesel em R$ 0,04

A Petrobras anunciou uma redução no preço do litro da gasolina de R$ 0,0360 e no litro do diesel de R$ 0,0444. Os valores são referentes aos preços médios dos combustíveis vendidos pelas refinarias aos distribuidores e valem a partir da meia-noite desta sexta-feira (19).

O presidente Jair Bolsonaro informou, em sua conta no Twitter, que a redução [média] foi de 2,1% na gasolina e de 2,2% no diesel.

Os preços variam segundo cada refinaria da estatal, nos diversos estados brasileiros. Os menores valores da gasolina são praticados em São Luís (MA), R$ 1,51; Itacoatiara (AM), R$ 1,55; e Manaus (AM), R$ 1,58. Os maiores valores da gasolina estão nas refinarias de Brasília, R$ 1,81; Senador Canedo (GO), R$ 1,80; e Uberaba, R$ 1,80.

Os menores preços do diesel S500, mais vendido nas estradas, estão em Itacoatiara (AM), R$ 1,93; São Luís, R$ 1,94; Guamaré (RN), R$ 1,96; e Manaus (AM), R$ 1,96. Os maiores valores são os praticados em Senador Canedo (GO), R$ 2,17; Brasília, R$ 2,17; e Uberaba (MG), R$ 2,17.

Segundo a estatal “os preços para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras têm como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais destes produtos mais os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias”.

Combustíveis tipo A

A gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras são diferentes dos produtos no posto de combustíveis. São os combustíveis tipo A, ou seja, gasolina antes da sua combinação com o etanol e diesel também sem adição de biodiesel. Os produtos vendidos nas bombas ao consumidor final são formados a partir do tipo A misturados a biocombustíveis. Os preços divulgados pela estatal se referem aos produtos tipo A.

Sobre esses valores, vão incidir a margem de lucro das distribuidoras e dos postos de combustíveis, os impostos, que variam de um estado para outro, o custo da mão de obra, entre outras variáveis. A tabela completa com os valores pode ser conferida no site da Petrobras.

 

Braide e Duarte Jr. assumem o protagonismo em São Luís

O deputado federal Eduardo Braide (PMN) e o estadual Duarte Júnior (PCdoB) são, até agora, os dois principais protagonistas da corrida pela sucessão de Edivaldo Júnior (PDT) na Prefeitura de São Luís.

Apesar da larga vantagem do primeiro sobre o segundo em todas as recentes pesquisas, ambos provocam reações parecidas – em termos de repercussão -, quando se movimentam.

Prova disso foi o que aconteceu nesta semana, quando – cada um a seu tempo – virou notícia por articulações partidárias de olho em 2020.

Além disso, eles ainda guardam uma curiosa semelhança: nenhum dos dois tem, até agora, o que se pode chamar de um grupo político.

Braide, aparentemente, por opção, já que tem feito suas articulações pessoalmente desde a eleição de 2016.

Duarte, por outro lado, até tenta, mas ainda não conseguiu conquistar a confiança dos membros do governo Flávio Dino (PCdoB) e, por isso, segue solitário em sua empreitada.