Carlos Brandão: 150 unidades

Chegamos à marca de 150 Restaurantes Populares, naquela que é considerada a maior rede de Segurança Alimentar da América Latina. Só nos últimos quatro meses, entregamos 50 unidades, com refeições a R$ 1,00, no almoço e no jantar. Agora, passamos a oferecer café da manhã, também, e uma bela feijoada aos sábados. Esse programa tem sido um grande orgulho de nosso Governo, por conseguir alcançar um imenso número de pessoas com alimentação de qualidade, a um preço simbólico, e ainda movimentar a economia dos pequenos produtores locais, já que pelo menos 30% do que compramos vem da produção do lugar.

No início do governo Flávio/Brandão, eram apenas 6 restaurantes e todos em São Luís. Percebemos a necessidade de levarmos o programa a outras cidades do nosso Maranhão, e começamos um intenso trabalho de estudo de viabilidade, planejamento e execução do nosso projeto. Ao deixar o Governo para se tornar candidato ao Senado, Flávio já havia entregue 100 restaurantes. Continuamos a ampliação e, em Imperatriz, celebramos a marca das 150 unidades entregues; alcançando, até o momento, 136 municípios, onde são servidas 100 mil refeições diariamente. Um grande esforço que compreende serviços de muita qualidade, prestados por nutricionistas, chefes e auxiliares de cozinha, serviços gerais, gerentes e tantos outros envolvidos em uma operação que requer muito cuidado – afinal, precisamos manter um alto nível de atenção para sempre ofertarmos alimentação e ambientes com excelente nível de controle higiênico e sanitário.

Já cheguei a ouvir críticas a respeito do programa, que não nasceu com a gente. Para que vocês tenham uma ideia, o primeiro Restaurante Popular, no Brasil, foi implantado em 1940, no Rio de Janeiro, com o nome de Serviço de Alimentação da Previdência Social (SAPS). Consolidou-se nos anos 1990 e 2000, também no Rio e em São Paulo. E, em um estado como o Maranhão, com problemas históricos, sentimos a necessidade de, antes de qualquer coisa, ampliarmos a sua abrangência para seguirmos garantindo a segurança alimentar dos maranhenses. Com acesso fácil à alimentação de qualidade, podemos contar com uma força de trabalho pronta para produzir. E termos os Restaurantes Populares ativos, durante o enfrentamento da pandemia, foi fundamental para muitas famílias que perderam suas fontes de renda no período.

Estamos muito satisfeitos com os resultados que estamos alcançando com os restaurantes, até então. E percebemos a satisfação dos atendidos, todos os dias. Nesse marco, agradecemos a todos que se empenham, diariamente, para que tudo funcione como um relógio. Desde os colaboradores da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), até os atendentes lá na ponta. Parabéns a todas e todos, por estarmos conseguindo construir uma rede tão sólida. Uma rede que será ampliada, para o bem do Maranhão.

*Governador do Maranhão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.