Guimarães ganha incentivo à atividade pesqueira

Guimarães ganhou condição de melhor aproveitar seu potencial pesqueiro, a partir dos imensos recursos hídricos que lhes proporcionam as bacias hidrográficas dos rios Pericumã e Gepuba, os afluentes Arapiranga, Guarapiranga, Nazaré, Siribeira, Grande e Bizal e a Baia de Cumã. Os pescadores artesanais locais ganharam motores para suas embarcações doados pelo Governo do Estado e entregues com a ajuda da Secretaria de Trabalho e Economia Solidária do secretário Jowberth Alves. É o Projeto TrabPesca.

A importância do programa justificou a entrega dos primeiros equipamentos pessoalmente pelo governador Flávio Dino ao prefeito. No caso de Guimaraes a Osvaldo Gomes. Que destacou a contribuição que a pesca dá à economia municipal, “Guimarães é uma cidade pesqueira e, com essa incorporação, a área no município só tende a crescer”, confirmou o prefeito ao ser entrevistado. Os representantes das associações de pesca festejaram. No Maranhão, segundo o IBGE em 2010, mais de 47 mil pescadores vivem exclusivamente da pesca artesanal, distribuídos em 159 colônias.

Economia/geografia – A pesca é uma das principais atividades econômicas do município de Guimarães pela grande variedade de espécies de peixes. A qualidade do pescado atrai pescadores de vários municípios próximos e, inclusive da Grande São Luís. Guimarães possui 598,8 Km², ocupando a 156° posição em relação a extensão no Estado e está localizado no Litoral Ocidental do Maranhão.

O município faz parte da Mesorregião Norte Maranhense – Microrregião Geográfica do Litoral Ocidental Maranhense – Região da Costa Amazônica do Maranhão. Limita-se ao Norte com o Município de Cedral, a Oeste com os Municípios de Mirinzal e Central do Maranhão, ao Sul com Central do Maranhão e Bequimão a Leste com o Município de Alcântara e o Oceano Atlântico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *