Carlos Brandão: Uma vitória construída pelo povo. Agora é Lula!

Antes de qualquer coisa, peço a permissão do leitor para me expressar, neste artigo, em primeira pessoa. São muitos os sentimentos particulares envolvidos. E começo escrevendo algo comum: uma conquista como essa, do dia 2 de outubro, devemos comemorar. Claro. Mas penso que não apenas pelo que ela representa institucionalmente.
Eu diria que, essencialmente, deve ser celebrada por todo o conjunto que fez com que chegássemos a ela. E, apesar de alguns defenderem que tudo tenha começado no ano passado, na verdade essa é uma caminhada que já dura anos. Estou recebendo da cidadã e do cidadão a oportunidade para a qual tanto me preparei. Uma missão que assumo com responsabilidade e com a certeza de que devolverei muito trabalho e resultado, sempre apoiado por uma equipe comprometida com o Maranhão.

No campo político, decerto foi necessária uma construção muito delicada. Mas, ao nosso entorno, fortalecemos o projeto com o apoio de 11 partidos, em uma aliança que deu seu voto de confiança à continuidade de um trabalho exitoso, iniciado em 2015. Lideranças políticas de todo o estado foram muito importantes nesse processo. Passada essa fase e, confirmada a nossa candidatura, fomos às ruas, percorrendo o estado, em uma jornada incansável para levar nossos nomes a todos os rincões.

Eu, Flávio e Camarão não tínhamos tempo a perder e partimos para a estrada. E, lembrando de todas as nossas ações, nossos movimentos, fico imaginando cada colaborador que nos auxiliou. Cada um que ajudou a armar um palco, a montar um som; cada um que distribuiu bandeiras, santinhos; cada locutora ou locutor que repetia nossos bordões; cada motorista que conduzia trios, carros de som; cada maranhense que vestia a camisa do 40 e se fez presente em uma caminhada ou carreata; cada senhora que saía à janela, quando passávamos, e nos acenava como um gesto de esperança.
Diante da vitória, não dá para esquecer o que a construiu. Cada precursor que viajava até as cidades, antecipando a nossa chegada; cada segurança que garantia o bom andamento dos eventos; cada profissional da comunicação que levava o que fazíamos para todo o estado; cada apoiador que multiplicava o pedido de votos. Sinceramente, não tenho como mensurar o tamanho da gratidão que tenho por todos que se mobilizaram para essa conquista. Mais uma vez, agradeço imensamente pelo esforço de cada um.

A campanha, no entanto, acabou. Os palanques foram desmontados. Serei o governador dos mais de sete milhões de maranhenses. Minha característica, como municipalista, valerá para os 217 municípios. O governo está sendo entregue a alguém que sabe fazer e que sempre trabalhou pelo bem das pessoas, sem distinção. Todos nós, juntos, faremos com que o Maranhão continue avançando, principalmente na geração de emprego e renda para nossa gente.
Nossa vitória está consolidada, mas não podemos deixar o campo de batalha. Eleger Lula presidente não é apenas a melhor opção para o país. É, principalmente, a melhor opção para o Maranhão, que já terá Flávio Dino como mais um senador a nos auxiliar a governar. Lula presidente nos ajudará na implantação de grandes projetos de infraestrutura, preparando o nosso estado para um futuro cheio de oportunidades.

Por isso, seguimos a nossa proposta de ampliar o número de Iemas, fazendo com que cheguem ao maior número de cidades possível, qualificando os nossos jovens. Já sabemos do que enfrentaremos caso o atual presidente seja reeleito. Não queremos e não precisamos passar por essas dificuldades novamente. Agora, com Lula na Presidência e Flávio no Senado, teremos a oportunidade clara de alavancarmos o nosso estado. Por isso, aproveito esse artigo para agradecer pelo empenho de todas e todos em nossa eleição. Ao mesmo tempo, peço que continuem erguendo as bandeiras do 13, para que possamos fazer com que Lula seja eleito Presidente do Brasil, pelo bem do Maranhão.

*Governador do Maranhão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.