Obras do Hospital do Câncer de Pinheiro em ritmo acelerado

As obras do Hospital do Câncer Dr. Antônio Dino, que está sendo construído na cidade de Pinheiro, Baixada Maranhense, estão em ritmo acelerado e a primeira etapa deve ser entregue já no mês de outubro. O hospital está sendo construído pela Fundação Antonio Dino, que também é responsável pelo hospital Aldenora Bello. A construção do hospital Dr. Antonio Dino é fruto de articulação do senador Weverton Rocha, junto a bancada maranhense, que destinou emenda parlamentar de R$ 25 milhões de reais para a construção do hospital.

Com a inauguração desta unidade do Hospital do Câncer em Pinheiro, o atendimento à população da região da Baixada, será feito de forma mais eficiente e com maior comodidade. Em julho o senador Weverton Rocha fez uma visita ao local, ao lado de Antonio Dino, e destacou os benefícios da obra.

“Estamos gratos por estarmos realizando essa visita a construção do Hospital do Câncer Dr. Antonio Dino, e constatar como está avançando bem. A luta contra o câncer é de toda a sociedade. Obrigado a toda bancada federal que viabilizou recursos para que esta obra virasse realidade”, disse Weverton Rocha durante a visita.

“Estamos trabalhando com afinco para cumprir todos os prazos e dar início o mais rápido possível ao funcionamento do Hospital do Câncer. Algumas máquinas e moveis já foram adquiridos e currículos para o seletivo estão sendo analisados. Sabemos da importância desta obra para toda a região. Agradecemos a sensibilidade do senador Weverton Rocha e de toda a bancada Maranhense”, explicou Antonio Dino.

“Em breve estaremos inaugurando esse grande empreendimento que irá atender toda a Baixada Maranhense. Estamos orgulhosos por essa conquista que salvará vidas. O Senador Weverton e a bancada Maranhense tem nossa gratidão”, disse o prefeito de Pinheiro Luciano Genésio.

Hospital – O terreno para a construção do hospital foi doado pelo prefeito Luciano Genésio. O Hospital do Câncer Dr. Antonio Dino tem 13 mil metros de terreno e terá 5 mil em área construída que contará com 51 leitos mais 5 de emergência, 8 consultórios médicos com pelo menos 12 especialidades e 6 leitos de UTI. E mais: emergência oncológica e Serviço de Pronto Atendimento (SPA), Centro Cirúrgico com 6 salas, Quimioterapia, Serviço de Imagem Completo e Equipe Multidisciplinar. A expectativa é que 250 empregos diretos sejam gerados. De acordo com a direção da Fundação Antonio Dino, a estimativa é de 83 mil atendimentos anuais com previsão em atender mais de 40 municípios tanto da baixada quanto de proximidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.