História, fé e entretenimento nos 58 anos de Cedral

A programação dos 58 anos de soberania de Cedral reuniu história, fé e diversão para o povo. Esta foi a receita ditada pelo prefeito Fernando Cuba para a celebração, que se estendeu de 9 (data do aniversário) a 10 de junho. A agenda organizada pelo secretário de Cultura e Turismo, Branco Melo, atendeu a todas as preferências e restabeleceu a alegria tolhida pelos meses de pandemia. “Em ‘Cedral – trabalhando a gente faz’ – restabelecemos a alegria de viver”, admitiu o prefeito.

Ao longo da festa os estudantes contaram a história do município e mostraram os hábitos e costumes cultivados desde os primeiros sinais de ocupação do sitio pelos pioneiros. Os vários ritos de fé, principalmente evangélicos e católicos, louvaram a existência da comunidade cristã e oraram pelos dirigentes e pelos populares. E os valores locais e convidados de fora ofereceram seu talento para a diversão do povo. “Foram mostrados os 58 anos de história, vida e beleza que caracterizam nossa convivência”, disse o secretário.

Eventos – O ato cívico da reverência às bandeiras do Brasil, do Maranhão e de Cedral, quando do hasteamento, foi prestigiado pelos deputados Roberto Costa e Ana Mendonça (do Gás), que levaram as congratulações do Poder Legislativo aos dirigentes e ao povo cedralense. Ainda nesta abertura da programação, alunos da escola de música “Rosa de Saron” participaram, acompanhando a performance dos infantis da Escola “Professora Rosa Ewerton”, do Oiteiro, povoado hoje considerado bairro.

Na alvorada na Feirinha Livre os cantores regionais Marcos Luan e Tayane Furtado mostraram sua arte, antes da convocação aos interessados no aulão de zumba. O show de acrobacias (motociclismo) do Grupo Freitas do Pedal, o culto ecumênico, o corte e a distribuição do grande bolo e o show gospel da Banda Átrios, antecipado pela sessão de louvores dos pastores e sacerdote completaram a grade de eventos do primeiro dia. No dia 10 aconteceu passeio ciclístico, cavalgada e, à noite, show com o paredão do som JSOM do DJ DARLAN.

Entrevistas – O padre Risso e o pastor Reinaldo agradeceram a oportunidade de poder orar pelo povo e pelos dirigentes de Cedral. O sacerdote disse estar feliz em, na qualidade de filho da terra, ter saído para preparar-se como homem de fé e voltar para distribuir o ensinamento cristão ao povo. O evangélico está radicado na cidade há cinco anos e manifestou sua satisfação em sempre poder levar a mensagem de Deus aos irmãos. Para os dois, a data deve ser lembrada como reflexão para oferecerem o melhor de si para o progresso do homem e o bem-estar da família.

O prefeito Cuba decretou a alegria como o grande mote da festa. Lembrou, com saudade, os amigos que perdeu para a pandemia, principalmente auxiliares do governo, “pessoas que deram o melhor de si para o conforto material dos nossos conterrâneos. E a alegria de agora só é possível pelo que eles proporcionaram por intermédio do seu trabalho”. E determinou que todos brincassem com responsabilidade, mostrando a hospitalidade que é a marca registrada da terra.

Mas não esqueceu de prestar contas de sua atuação administrativa. “Estou buscando sempre o melhor para oferecer ao povo”. E destacou obras e serviços em educação (reforma de escolas nos principais povoados), saúde (reforma e ampliação no hospital local), saneamento (abertura de poços artesianos em comunidades carentes de oferta de água potável), infraestrutura (abertura e conservação de vicinais). Agradeceu aos ex-governador Flávio Dino e ao governador Carlos Brandão os investimentos proporcionados pela parceria.

Graças a ela, disse, “Cedral está em obras”. E festejou empreendimentos em povoados importantes como Oiteiro (inteiramente asfaltado), Pericaua, Anajá, Quebra Braço, São Bento, Parati, Santaninha. Depois de agradecer os quilômetros de asfalto que recebeu e enumerar futuros empreendimentos como creche em Oiteiro, Projeto Viva, unidades do Detran, INSS, colégio militar, praças, prédios prontos da Prefeitura e da Delegacia de Polícia, entre outras realizações, anunciou a Festa da Regata em Oiteiro e o desejo de presidir a festa dos 60 anos de Cedral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.