Carlos Brandão: Nossa maior prioridade é a pessoa

Desde 2015, tenho auxiliado o governador Flávio Dino a gerir o Maranhão. Nestes anos, seguimos realizando uma gestão proba, honesta, responsável e, acima de tudo, voltada para a cidadã e para o cidadão. Antes de reformas estruturantes, de grandes obras (também fundamentais), era preciso entender que, nessa engrenagem, a peça essencial é o maranhense.

Então, tudo que temos feito tem como alvo principal a satisfação de cada um de nossos irmãos. Por isso, temos em nosso espólio de realizações iniciativas inéditas e outras tantas que, apesar de já adotadas em outros estados, por aqui ganharam uma outra dimensão. Posso citar a Casa de Apoio Ninar, criada para prestar assistência às crianças com distúrbios de neurodesenvolvimento. Um projeto que surgiu como enfrentamento à Zika, ampliou seus objetivos e já realizou cerca de 450 mil atendimentos a crianças de todo o estado. Agora, imaginem a dimensão disso! Particularmente, quando penso no significado da existência da Ninar para cada mãe, para cada pai, sinto-me com mais força para continuar buscando soluções para outros tantos problemas. Outra iniciativa que nos enche de encantamento é o programa Travessia, criado para transportar pessoas com dificuldades de locomoção, para suas diversas atividades. E daí nascem histórias incríveis, como a do Erlon Azevedo, que conseguiu concluir sua faculdade graças ao programa. Em cinco anos de existência, já foram feitas mais de 160 mil viagens para quase 6.500 pessoas cadastradas em 43 municípios nas três modalidades existentes: Travessia Clássico, Travessia Melhor Idade e Travessia Saúde. Isso é dignidade.

São muitas as ações. Algumas, só conhecem quem se beneficia delas. Um bom exemplo é o programa Mais Cirurgias, que lançamos em 2020. Criado para ampliar o número de pessoas atendidas com cirurgias eletivas na rede da Secretaria de Estado da Saúde (Ses), o Mais Cirurgias oferta atendimento em diversas especialidades, já está em várias cidades maranhenses e reduziu drasticamente o tempo de espera por uma cirurgia eletiva, mesmo em tempos de pandemia. Só agora em outubro e em novembro serão mil novas cirurgias.

E em cada canto que vou, a cada cidade que visito, recebo mais e mais demonstrações da gratidão por um trabalho que, por nós, é feito com muito coração, mas também com a certeza de que, assim, trilhamos um bom caminho para o desenvolvimento. Há poucos dias, em Grajaú, região central do estado, pude conhecer a jovem Nicole, de 16 anos.

Estudante do ensino médio da rede pública, ela é uma das medalhistas das Olimpíadas do Conhecimento e se tornou um orgulho para a cidade. Nicole me agradeceu por todo o investimento que nosso Governo tem feito na educação. Na visão da jovem, sua geração está tendo uma oportunidade única, que seus pais não tiveram. Aquele abraço de nossa futura cirurgiã significou muito. Foi algo emblemático  para mim.

A certeza que tenho, a cada viagem que faço a nossas cidades, é a de que estamos construindo um Maranhão cheio de esperança. No olhar de cada um, vejo janelas abertas. Estamos construindo estradas de oportunidades, com sensibilidade, amparando os mais vulneráveis e, ao mesmo tempo, solidificando um projeto de desenvolvimento de forma consistente que, acima de qualquer coisa, seguirá sendo pensado e executado para os maranhenses.

Vice-governador do Maranhão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.