Revista mostra ligação entre Flávio Bolsonaro e o senador Weverton Rocha

A Revista Crusóe, mostrou que o senador Weverton Rocha (PDT), tem ligações com o senador e filho de Bolsonaro, Flávio Bolsonaro (Patriota). Conforme a revista, Flávio Bolsonaro tem relações estreitas com advogados, lobistas, filho de ministro do Supremo e, entre eles, o advogado Willer Tomaz, que é amigo e compadre do senador maranhense, Weverton Rocha (PDT).

O Advgado Willer Tomaz tem ligação com o grupo JBS e com interesses empresariais no Maranhão. O advogado foi preso em São Luís pela Polícia Federal no dia 18 de maio de 2017, durante a Operação Lava Jato, após ter a prisão decretada pelo próprio Supremo Tribunal Federal, a mando do ministro Edson Fachin, acusado de traficar influência e vazar informações de dentro do Ministério Público Federal. Willer Tomaz estava em São Luís, onde fecharia acordo de compra da TV Difusora.

“Depois de passar três meses na cadeia, o advogado atravessou um longo período submerso, até que voltou com força à cena a partir do início do governo Bolsonaro. Nos bastidores de Brasília, ele é apontado como um atalho para quem deseja chegar a Flávio Bolsonaro”, diz a publicação.

Além da Lava Jato, o advogado também conseguiu trancar no Supremo Tribunal Federal as ações de improbidade de Arthur Lira. Através do twitter, o advogado afirmou sua ligação direta como o senador Weverton Rocha.

 

Nunca neguei minha amizade com o Senador Flávio, nem com outros Senadores da base do governo ou da nomeação a ele, um exemplo do Senador Weverton. Amizade não tem partido. pic.twitter.com/f99EHovhER

– Willer Tomaz (@WillerTomaz) 8 de maio de 2021

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.