Bancada do Maranhão participa de vídeoconferência com DNIT

Na última sexta-feira (28), a Bancada Federal do Estado do Maranhão participou de uma videoconferência com o DNIT para tratar sobre os projetos em andamento no Maranhão, as metas para 2020 e perspectivas para 2021.

Na ocasião, o DNIT apresentou um panorama geral das obras e projetos que estão sendo realizados e que estão em estudo pelo órgão em relação às rodovias do estado.

Na oportunidade, o líder da Bancada, deputado federal Marreca Filho (Patriota-MA), cobrou mais investimentos na manutenção das rodovias.

“Somos muito cobrados pelo estado de calamidade das rodovias. Tenho certeza que as piores rodovias do país se encontram no Maranhão. É um problema que vem se estendendo ao longo dos anos. Elas são mal sinalizadas, temos muitos assaltos e buraqueiras”, disse.

O parlamentar também endossou a preocupação exposta pelo deputado Paulo Marinho quanto a celeridade das obras com a proximidade das chuvas.

“O inverno é pesado aqui no Maranhão, de grandes chuvas, e a gente sabe que para as rodovias é o cenário ideal para aparecer os buracos e piorar ainda mais a situação. A celeridade é muito importante para o nosso estado, isso nos preocupa muito.”, enfatizou o parlamentar.

Marreca Filho também solicitou a federalização de algumas rodovias estaduais do estado, como a MA-006, que liga Alto Parnaíba a Balsas, região de forte produção agropecuária, que necessita de melhores condições de trafegabilidade para o escoamento da produção até o Porto de Itaqui.

O líder da Bancada cobrou ainda uma explicação sobre a disparidade nos valores destinados para o Maranhão em relação a outros estados e sugeriu que o valor seja correspondente à quilometragem das rodovias federais.

“A Bancada Federal do Maranhão, com união e responsabilidade, alocou recursos específicos para as rodovias federais e tenho certeza que a nossa Bancada foi a que mais ajudou na destinação de recursos para manutenção e construção das rodovias, tanto para a execução de projetos como para manutenção. Estamos dispostos a ajudar, mas queremos também ter esse retorno do DNIT. Há uma disparidade e desproporção do que vem para o Maranhão e do que vai para outros estados da federação”, disse.

Marreca Filho aproveitou a oportunidade para cobrar um posicionamento do DNIT sobre alguns trechos no estado, como o de Miranda do Norte até Santa Inês e também do entroncamento de Itapecuru-Mirim até Chapadinha.

O DNIT garantiu que o Maranhão tem recebido atenção especial em termo de alocação de recursos, que é o estado que está melhor coberto com projetos para esse ano e os próximos anos e agradeceu a Bancada pelo apoio, interesse e recursos para que possam proporcionar as melhores entregas para o ente federativo.

O diretor-geral do DNIT, Antônio Santos Filho, também ressaltou que o apoio da Bancada Federal na alocação de recursos foi primordial para o prosseguimento das obras no estado.

A videoconferência contou com a participação dos deputados federais Pastor Gil, Paulo Marinho e Eduardo Bride e o superintendente regional do DNIT no estado do Maranhão, Glauco da Silva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.