Fundação Joaquim Nabuco promove mais uma edição do projeto “Visita Acessível”

As atividades de acessibilidade comunicacional contemplam o Muhne e o Cinema do Museu e são abertas ao público.

Acessibilidade em suas diferentes formas de expressão. Esse é o foco do projeto “Visita Acessível”, promovido pela Fundação Joaquim Nabuco, nos dias 30 e 31 de agosto. As atividades de acessibilidade comunicacional estarão conectadas com o Museu do Homem do Nordeste e com o Cinema do Museu, localizados no campus Gilberto Freyre, em Casa Forte. Os equipamentos vão receber os alunos das escolas municipais Iraci Rodovalho, Orlando Breno e Nazete Vieira de Lima, localizadas no município de Jaboatão dos Guararapes.Também participam da Visita Acessível, um grupo adulto atendido pelo Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Jaboatão. Além dos grupos, as sessões e visitação estão abertas ao público, basta chegar.

“A união de boa vontade, esforço e responsabilidade tem feito da Fundaj, por meio de seus equipamentos culturais, uma referência de como a inclusão reafirma a função social das instituições públicas. O Museu do Homem do Nordeste e o Cinema, por meio de suas ações educativas, têm cada vez mais realizado parcerias que resultam em visitas plurais e o resultado disso tem sido um processo de ensino e de aprendizagem tão especial”, declara a Coordenadora de Ações Educativas e Comunitárias do Muhne, Edna Silva

Na próxima terça-feira (30), às 9h, os estudantes das três escolas municipais vão fazer uma visita ao Muhne, com interação tátil de peças do acervo, além de participarem de uma atividade lúdica com instrumentos musicais durante a mediação. O circuito também contará com audiodescrição no jardim do Museu do Homem do Nordeste. Em um segundo momento, às 10h, no Cinema do Museu, será realizada uma edição especial da Sessão Índigo, com uma “Mostra de Curtas Acessíveis”. A sessão conta com iluminação ampliada e som reduzido, voltada para crianças com Síndrome de Down, TDAH e autismo.

As três animações escolhidas para exibição são: “Salu e o Cavalo Marinho” (2014), de Cecília da Fonte Alves; “A Árvore do Dinheiro” (2002), de Marcos Buccini e Diego Credidio; e “Bia Desenha (2019), de Kalor Pacheco e Neco Tabosa. Na quarta-feira (31), às 14h, o grupo atendido pelo Conselho Municipal vai poder conferir a Mostra de Curtas da Sessão Alumiar, que conta Audiodescrição, Língua Brasileira de Sinais e Legenda para Surdos e Ensurdecidos. Os três filmes escolhidos são: Cinema Glória (1976), documentário dirigido por Fernando Spencer e Félix Filho; A Onda Traz, O Vento Leva (2010), de Gabriel Mascaro; e Recife de Dentro pra Fora (1997), de Kátia Mesel.

Em seguida, eles farão uma visita guiada ao Museu do Homem do Nordeste, às 15h30. Neste passeio, também serão disponibilizadas peças do acervo para que os visitantes possam tocá-los. Durante a mediação interativa, o grupo terá uma experiência com instrumentos musicais tradicionais do Maracatu. “No início do mês realizamos a primeira visita acessível à Fundação, conectando três equipamentos culturais por meio da acessibilidade para pessoas com deficiência, tendo um feedback positivo do público. Agora, essa nova visita tanto serve para viabilizar acesso de novos públicos, quanto para que nossa equipe consiga aprimorar, ainda mais, o acolhimento de pessoas com deficiência”, afirma o chefe da Divisão de Acessibilidade do Cinema e da Cinemateca Pernambucana da Fundaj, Túlio Rodrigues.

Programação Visita Acessível:

Dia 30/08 (terça-feira)

Grupo: Escolas municipais Iraci Rodovalho, Orlando Breno e Nazete Vieira de Lima

9h- Visita ao Museu do Homem do Nordeste
Visita com audiodescrição ao jardim e interação tátil com peças do acervo.

10h – Sessão Índigo – Mostra de Curtas Acessíveis (duração 30 minutos):
– Salu e o Cavalo Marinho
PE | 2014 | 13 min | Livre | Animação
Direção: Cecília da Fonte Alves

– A Árvore do Dinheiro
PE | 2002 | 7 min | Livre | Animação
Direção: Marcos Buccini e Diego Credidio

– Bia Desenha
PE | 2019 | 10 min | Livre | Animação
Direção: Kalor Pacheco e Neco Tabosa

Dia 31/08 (quarta-feira)

Grupo: Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência

14h – Sessão Alumiar – Mostra de Curtas Acessíveis (duração 60 minutos):
– Cinema Glória
PE | 1979 | 16 min | 10 anos | Documentário
Direção: Fernando Spencer e Félix Filho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.