“Vamos superar tudo isso com trabalho”, disparou Luciano Genésio em entrevista

Em entrevista, concedida hoje, 31, ao programa Pinheiro Repórter, com apresentação do comunicador William Vieira, o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, falou sobre operações da Polícia Federal , obras municipais e planos para as próximas eleições. Com frequência o gestor da Princesa da Baixada usa os meios de comunicação para conversar com a população sobre os avanços e assuntos relevantes.

“A investigação é resultado de uma briga de entidades que ao realizarem troca de acusações provocaram a necessidade de ação investigatória para verificar se os contratos estão correndo de forma correta. É isso que a PF está fazendo, o trabalho dela, estamos colaborando em tudo o que é necessário, estamos tranquilos, não há nada de errado com nossas licitações. Em Pinheiro o recurso por aluno é de R$ 0,35 centavos, não dá para abarcar tudo o que é necessário para manter a merenda constante e de qualidade nas escolas, o que fazemos é dar uma contrapartida para conseguir substanciar essa alimentação garantindo mais qualidade e quantidade”, afirmou o prefeito.

Nas últimas semanas fake news espalhadas pela oposição de Pinheiro causaram dúvidas na população, a notícia afirmou haver superfaturamento na compra de cheiro verde, vinagreira e pão, que estariam dentro das licitações da merenda escolar do município, uma mentira.

“Confesso que fui pego de surpresa pelas acusações, quando vi os memes e a dimensão da propagação dessa notícia fiquei assustado, busquei rever os contratos de licitação, porque temos todo um procedimento dentro do nosso setor administrativo, esses contratos são vistoriados e fiscalizados, nem sempre passam por mim. Tenho plena confiança no nosso secretário de Educação, Augusto Miranda, por esse motivo dou a autonomia para que ele faça todo o procedimento. Pedi para rever os contratos e constatei que nem cheiro verde, nem vinagreira e muito menos pão estão neles, os documentos de 2018,2019 e 2020 estão a disposição para quem quiser ver”, esclareceu o Luciano.

“A presidente do sindicato dos professores usou essa fake news para fazer politicagem, não buscou esclarecer ou mesmo ter conhecimento dos fatos. Nossa gestão sempre foi transparente, buscamos trabalhar de forma comprometida e séria, não é à toa que conquistamos tanto, mas com a proximidade das eleições os ataques são esperados. A compra de cheiro verde é uma mentira, peço honestidade por parte do sindicato, uma instituição séria que deveria ser a primeira a primar pela verdade. Estou aberto ao diálogo, sempre estive, tudo o que foi acordado entre sindicato e prefeitura foi cumprido, inclusive o reajuste do salário para acompanhar o piso atualizado, e o salário está na conta. Para falar a verdade até agora não entendi quais as reivindicações da categoria nesta última manifestação”, continuou o prefeito.

Luciano ainda falou sobre os investimento em infraestrutura que mudou a realidade da cidade, conquistas importantes como o asfalto, as reformas de escolas, postos de saúde, e hospitais, sobre a implantação do Centro de Hemodiálise, Centro de Imagem, a construção da Feira Municipal, com a cobertura que interliga os galpões, e a mais recente conquista o Hospital do Câncer que com toda a certeza irá mudar a realidade do atendimento oncológico na Baixada.

“Já conquistamos tanto em nosso município, Pinheiro não é a mesma de 6 anos atrás, melhoramos muito em todas as áreas. Mesmo com tantos acontecimentos que abalaram a minha vida particular, não parei um só instante de lutar por benefícios para nossa cidade, e os resultados estão aí” disse Luciano.

Quanto ao cenário político para as eleições de 2022, o prefeito de Pinheiro disse estar confiante e articulando a eleição de sua irmã, Luciana Genésio, que será a representante da Baixada na bancada Federal e Thaysa Hortegal na bancada estadual..

“Ter a Thaysa como deputada estadual nos rendeu bons frutos, muitas indicações dela nos proporcionaram benefícios, como o restaurante popular, asfalto, reforma de escolas e verba para obras. E não podemos perder a oportunidade de ter um deputado federal representante da Baixada, Temos grande planos, como reconstruir um novo Hospital Antenor Abreu, construir o aterro sanitário da Baixada para tratar de forma lucrativa o lixo produzido nesta região, abatedouro público que não temos… essas são obras caras que requerem milhões, isso seria possível se tivéssemos um representante de fato voltado para nossa região, é nisso que pensamos, é isso que queremos. Estamos buscando um projeto maior, e vamos em frente”, pontuou.

Luciano deixou claro que não está em seus planos deixar o comando do município, tem a plena certeza de que tudo dará certo.

“Enquanto nos atacam de todas as formas, vamos superar cada uma das dificuldades com trabalho”, finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.