Caravana Dino movimenta Alto Alegre do Pindaré

A sexta-feira 26 de novembro foi de grande movimentação em Alto Alegre do Pindaré, com a visita do governador Flavio Dino, liderando caravana com o vice Carlos Brandão, deputados federais e estaduais e secretários de Estado. A passagem da comitiva, que almoçou na cidade, deixou empreendimentos que contribuirão para elevar a qualidade de vida da população e, principalmente, promover profundas mudanças no setor educacional, O prefeito Francisco Ribeiro Filho (Fufuca) chefiou o comitê de recepção aos visitantes.

A principal marca da visita foi a inauguração da unidade do IEMA (Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão), criado a finalidade de ampliar a oferta, no Maranhão, de educação profissional, científica e tecnológica. O que também impressionou o governador foi o estabelecimento de ensino municipal Centro de Aprendizagem “Nizete Oliveira”, instalado em prédio moderno e funcional e com concepção pedagógica diferenciada: alia o modelo dos estabelecimentos convencionais de ensino a uma escola futurista, usando os elementos da robótica. Quem assim explica é o educador e mestre em Educação Altemar Lima (veja box). O professor trabalha modelos revolucionários de ensino, com experiências plenamente aprovadas. Sua colaboração ao setor na formulação do projeto educacional do governo Dino foi lembrado pelo governador num pronunciamento.

Doações – A agenda da viagem incluiu, ainda, assinatura de ordens de serviço para obras de infraestrutura (estrada vicinal, pavimentação asfáltica e de bloquete em vias urbanas) e distribuição de materiais constantes de programas sociais mantidos pelo governo estadual. O vice Carlos Brandão enumerou as doações e reafirmou a contribuição que essa parceria com os municípios representa para a melhoria da qualidade de vida das populações, principalmente as de baixa renda.

O secretário estadual de Educação, Felipe Camarão, destacou a ampliação da rede de unidades de ensino do padrão Escola Digna (“Só nesta viagem o governador entregou 10 estabelecimentos deste padrão”) e observou que, associado a bibliotecas, o setor capacita os estudantes a adquirirem um volume de conhecimentos necessários à sua preparação intelectual para os desafios que as carreiras profissionais imporão na admissão deles pelo mercado de trabalho.

Educação – O deputado federal André Ribeiro (André Fufuca) ressaltou posições de liderança alcançadas no processo educacional do município, principalmente na cotação do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), que mede a qualidade do aprendizado nacional e estabelece metas para a melhoria do ensino. Ao destacar o funcionamento do Centro de Aprendizagem “Nizete Oliveira”, que contou com financiamento de emendas parlamentares suas, observou que a concepção adotada pelo estabelecimento já apresenta bons resultados.

O prefeito Fufuca recordou os números que as pesquisas sobre Educação apresentaram em seus mandatos anteriores (os melhores do Nordeste e entre os 20 do país) e assegurou que essas posições estão retornando paulatinamente com sua volta à Prefeitura. E enumerou realizações na área como ampliação da rede de ginásios esportivos, instalações esportivas em povoados (seis) e o estádio da sede, construção de piscina olímpica e a interiorização de escolas do ciclo fundamental.

Por antecipação, festejou a futura chegada do IFMA (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão), de ensino técnico e superior, em 2022, e a instalação dos primeiros cursos. O prédio está em etapa final de construção e atenderá à juventude de todo o Vale do Pindaré. “Nosso ensino tem característica de modernidade”, classificou o prefeito.

Revolução – Ao conhecer o Centro de Aprendizagem, Flávio Dino identificou-o como instalação de um modelo revolucionário de ensino, de multiuso, integrando o sistema convencional (ensino médio) ao profissionalizante. Considerou o sistema adaptado às exigências da moderna preparação da mocidade aos desafios do mercado de trabalho e do processo intelectual.

Dino anunciou a chegada da UEMA proximamente ao município e encerrou enumerando as entregas que têm caracterizado a visita aos municípios (ordens de serviço para realizações infraestruturais, no caso uma estrada vicinal; material para pescadores, agricultores familiares, famílias de baixa renda, anúncio de um Restaurante Popular na cidade em breve, estímulo a empreendedores etc.).

Educação, com Fufuca, vai do sonhar ao fazer

Durante os 25 anos que trabalha com o prefeito Fufuca, o professor Altemar Lima, enaltece a preocupação do gestor com o tema Educação. E na qualidade de colaborador, sente-se responsável pelo sucesso que o setor experimenta no município. Principalmente na conquista dos índices do IDEB alcançados por Alto Alegre do Pindaré em gestões anteriores do prefeito, interrompidos durante sua ausência do governo municipal e retomados agora. E explica: Fufuca sabe ir do sonho ao fazer, com vontade política, e determinação de uma administrador que antevê o futuro e se prepara para ele”.

Professor da rede estadual de ensino, professor visitante em vários escolas de nível superior no país, ex-secretário estadual de Educação no Maranhão (2004-2005) e colaborador na área da Educação em várias prefeituras municipais, Altemar Lima explica o conceito utilizado na estrutura pedagógica do Centro de Aprendizagem “Nizete Oliveira”, em Alto Alegre do Pindaré: “Nós procuramos conciliar o sistema tradicional com a tecnologia atualmente em voga. Associamos as mídias digitais ao processo convencional, proporcionando ao estudante integrar-se à modernidade. Nós os estamos preparando para atuar na pesquisa, tendo uma visão globalizada do conhecimento. Daí a grade curricular incluir as cadeiras tradicionais aliadas ao estudo da música, do xadrez e outras especialidades. Nós introduzimos a robótica para manter o estudante afinado com a tecnologia em uso cada vez mais amplo”.

Para o professor, a unidade de ensino, que é da rede municipal de ensino, tem características de um centro de aprendizagem, o que vai mais além do que a simples escola convencional. A grade curricular é diferenciada. Ao lado disso, esclarece Lima, o estabelecimento dará assistência psicológica aos jovens e seus familiares, contribuindo para aproximar a escola da comunidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.