Turismo para Floresta dos Guarás em planejamento (Vídeo)

A Secretaria de Cultura e Turismo de Cedral promoveu a terceira reunião da Instancia de Governança do Polo Floresta dos Guarás, ponto ecoturístico localizado no Litoral Ocidental Maranhense. Autoridades cedralenses, lideradas pelo secretário Branco Melo, recepcionaram os participantes. A direção dos trabalhos coube a Antônio Marcos, presidente da Instancia.

Os representantes municipais alinharam aspectos a serem considerados no planejamento estratégico para o desenvolvimento do ecoturismo na área; e a forma de utilizar as riquezas naturais, de expressivo potencial, mas ainda timidamente explorado. A intenção era concluir a programação a ser aplicada ainda no corrente ano e no decorrer de 2022.

Identificação – Antônio Marcos revelou que a pauta priorizaria a identificação de pontos turísticos relevantes a serem preparados para integrar a grade de locais atrativos para o turismo. Destacou o caráter participativo da reunião, permitindo a cada delegado apresentar o que de melhor sua área de influência ofereceria.

Branco Melo, secretário de Cedral, e os demais companheiros enumeraram as ações que estão sendo cumpridas e apontaram atuações que irão enriquecer o programa a ser desenvolvido. Depois, agradeceu a contribuição dos presentes: prefeitos, secretários da pasta, vereadores. E celebrou o retorno pleno de Cedral ao polo.

Destaques – Constituem o Polo Floresta dos Guarás Apicum-Açu, Bacuri, Guimarães, Cururupu, Porto Rico do Maranhão, Bequimão, Mirinzal, Central do Maranhão e Cedral. O nome dado ao polo deve-se à ave de plumagem vermelha predominante na região. O objetivo na sustentação do polo é transformar os atrativos turísticos em atividade econômica.
Entre os maiores atrativos turísticos do polo está a Ilha dos Lençóis, em Cururupu, inteiramente formada de areia. Também na região circula a lenda do Touro Encantado, que seria o rei de Portugal, dom Sebastião, fugido da luta contra os mouros, refugiado na região sob a forma do animal.

O governo do Maranhão trabalha para garantir a infraestrutura necessária ao desenvolvimento do turismo na região. O local conta com atrativos naturais e culturais, destacando-se como um santuário ecológico, formado por baías e estuários, onde os rios deságuam em meio a manguezais. A organização em andamento permitirá a visitação segura da fauna e flora abundantes, florestas, praias selvagens e ilhas.

Veja o vídeo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.