Othelino Neto viabiliza asfalto e hospital para Turilândia

Turilândia ganhou nesta terça-feira 27 dois empreendimentos de alcance social: o reinicio das obras do hospital municipal e a implantação do Programa Mais Asfalto. As duas ações asseguram ao município assistência de excelência à saúde da população e segurança no uso de logradouros públicos urbanos e rurais (considerando ruas, avenidas e vicinais). O deputado estadual Othelino Neto, presidente da Alema, e o prefeito Paulo Curió celebraram o feito, assinando os respectivos protocolos.

A ordem de serviço para a retomada da construção do hospital teve a intercessão do parlamentar, que atuou junto ao governador do Estado para conseguir a autorização e o apoio financeiro estadual. O restabelecimento dos serviços no hospital era esperado com expectativa pela população e garante atendimento de qualidade aos casos de média complexidade.

Memória – O Hospital Municipal “Pedro Lucas Dias Fonseca” (assim batizado em memória do irmão do prefeito falecido recentemente) terá as obras custeadas pelo Governo do Estado e, quando concluído, receberá equipamentos modernos e equipe capacitada ao atendimento dos serviços básicos de saúde em várias especialidades.

Durante a cerimônia foi lembrada a participação do ex-deputado federal e atual prefeito de Arame, Pedro Fernandes, que teve destacada participação na conquista. A construção do hospital foi iniciada na gestão do ex-prefeito Domingos Curió, lembrou Pedro Lucas Fernandes, que representou o pai na reunião.

Manifestações – “Estamos trabalhando diariamente com o objetivo de melhorar a vida de todos os turilandenses”, disse o prefeito, prontamente apoiado pela vice-prefeita Janaína Lima, pelo ex-prefeito turilandenses Domingos Curió, o ex de Governador Nunes Freire, Marcel Curió, vereadores e secretários municipais da região. Ele enalteceu a parceria com o Governo do Estado.

Para o deputado Othelino Neto as medidas consolidam um momento histórico e decisivo na melhoria da vida das pessoas. “Este hospital era um sonho, julgado impossível de se concretizar. Até o final do ano estará em operação”. A unidade de saúde terá sala de parto, sala de cirurgia, 12 leitos de enfermaria e instalações para consultas e exames.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.