Sem conseguir apresentar nenhuma obra em quatro ano de governo, Rosinha parte para as Fake News

Como já era esperado, o desespero tomou conta da campanha da prefeita de Cururupu Rosinha, certa que vai perder as eleições no dia 15 de novembro, uma vez que a população não lhe aceita mais como prefeita, e sua rejeição é a maior da história, maior inclusive do que a do ex-prefeito Júnior Franco, visto que durante 4 anos não fez nada pelo município, ao contrário, a prefeita partiu pro tudo ou nada achando que o eleitor de 2020 ainda é o mesmo que a elegeu em 2016, quando fez dezenas de promessas que nunca cumpriu.

A campanha da prefeita Rosinha, como não consegue apresentar nada feito pela prefeita até hoje, agora partiu para a fabricação de Fake News, ou seja, notícias falsas contra seus adversários, só esqueceram que além de ser crime, e podem responder judicialmente por isso, a população não da a menor credibilidade para o que eles falam de seus adversários, toda a população já sabe que tudo não passa de mentiras fabricadas dentro da campanha de Rosinha para tentar enganar o povo mais uma vez, ao que parece eles não vão conseguir dessa vez, conseguiram em 2016, mais a população não acredita mais em nada que eles divulgam.

Segundo informações que rolam na cidade, a prefeita contratou uma pesquisa de um instituto da capital para avaliar seu eleitorado, com o resultado da pesquisa em mãos, e totalmente desfavorável a ela, dando a Aldo Lopes uma vitória esmagadora, a prefeita se desesperou e entrou na justiça impedido que a pesquisa que ela mesmo contratou fosse divulgada, e mandou fazer um vídeo para tentar enganar a população dizendo que quem havia mandado fazer era Aldo Lopes. Vejam aqui a íntegra da decisão da justiça atendendo o pedido desesperado da prefeita: CLIQUE AQUI!

Segundo informações, foi montado uma estrutura de pessoas contratadas, todas pagas com dinheiro público para espalhar mentiras contra os adversários de Rosinha, e assim, desviar as atenções para o caos que a cidade está metida. Bairro como Três Corações por exemplo, está a quatro dias sem água, e quando chega, segundo a população é de péssima qualidade. O serviço de saúde de pronto atendimento (SPA), só está funcionando graça a generosidade da Santa Casa, que banca desde do material de limpeza, até a alimentação dos funcionários, a prefeita deve 30 meses de aluguel.

Quem também já não aguenta mais é o Posto Nacional, segundo informação que apuramos, são mais de duzentos mil reais de débito. O que Rosinha não explica é para onde está indo os recursos do município, uma vez que não paga os contratos, e vários contratados estão com meses sem receber.

Isso tudo explica porque Rosinha e seus apoiadores andam tão desesperados, partindo para baixaria como nunca visto em uma campanha na cidade, pelo menos é o que relata as pessoas mais velhas, pois estão todos com medo de deixar suas mamadas no governo de Rosinha, que até o momento só beneficiou seu aliados, ainda bem que a população já entendeu e parece que não estão dando créditos às tentativas desesperadas da campanha de Rosinha. Há quem diga que até o dia 15, muito mais mentiras vem a tona, o que não aparece mesmo são as obras prometidas na campanha em 2016, e agora ela diz que quer mais quatro ano para poder começar a trabalhar.

Pra piorar a situação, os recursos da saúde, voltado para o programa saúde da família estão bloqueados no município, devido sérias irregularidades que o Ministério da Sáude detectou na gestão de Rosinha. Rosinha passou quatro anos humilhando os eleitores, os tratando com indiferença e arrogância, e agora para um alto preço pela sua incompetência, não conseguiu durante todo esse tempo realizar nenhuma promessa de campanha, seu plano de governo é um sonho, não conseguiu fazer absolutamente nada, e mente para a população dizendo que achou o município quebrado, como pode está quebrado se a prefeitura fez durante esses anos contratos milionários com as empresas aliadas e o serviços nunca saíram do papel, ao que parece, Rosinha vai ter muito o que explicar para a justiça quando deixar o governo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.