Em menos de uma semana, três militares morrem em São Luís por novo coronavírus

Os nossos guerreiros e heróis militares estão adoecendo e morrendo, notadamente em São Luís, vencidos pela Covid-19, assim como muitos trabalhadores também heróis na saúde do Maranhão. Em menos de sete dias três militares morreram.

Todos respeitados e queridos em suas companhias ou lotações. O Sargento Pereira já foi do Choque e estava atualmente no Gabinete Militar do Palácio dos Leões. A morte dele foi lamentada pela cúpula e base militar.

O segundo luto foi na quinta-feira quando morreu o Sargento Glauco, do BPTur, que estava internado no Hospital Português. Também muito respeitados pelos colegas de farda.

O mais recente foi o subtenente Marcos Chagas que estava internado no Hospital do Servidor, em São Luís e estava em estado avançado de recuperação e antes de ter alta foi constatado com uma mancha no pulmão e ficou internado. Ele era lotado como segurança do governador Flávio Dino.

Outros militares já testaram positivo para o Covid e estão internados e outros em isolamento domiciliar. Em alguns momentos, rondas são feitas com militares sem luva ou máscara de proteção. A pergunta que precisa ser respondida: quantos militares estão fora da atividade por causa da pandemia?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.