Vejam o homem que estuprou uma idosa de 92 anos em São Luís e continua foragido

Moradora do povoado Tajaçuaba, na zona rural de São Luís, a vítima era estuprada quando os familiares delas não estavam por perto. Por não puder andar e sofrer de mal de alzheimer a idosa não tinha como revelar os estupros, mas ficava inquieta todas as vezes em que Ribamar aparecia na sua casa.

Foi então que a família desconfiou de algo estranho e colocou um aparelho celular filmando tudo no quatro onde a anciã dormia. O material foi entregue para a Promotoria do Idoso, que, de imediato, pediu a prisão preventiva do estuprador, mas ele permanece foragido.

“Nós estamos oferecendo a denúncia para o crime de estupro contra uma pessoa vulnerável, ou seja que não pode oferecer resistência. Assim como os crimes de maus tratos previsto no Estatuto do Idoso e estamos reforçando o pedido de prisão preventiva solicitada pela autoridade judicial”, informou o promotor Augusto Cutrim à TV Mirante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.