PRF apreende quatro caminhões por transporte irregular de madeira no Maranhão

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na noite desta quarta-feira (14) na BR-226, cidade de Presidente Dutra, a 347 km de São Luís, quatro caminhões que estavam transportando irregularmente madeira serrada.

Os policiais rodoviários faziam policiamento ostensivo no trecho da BR-226, próximo à cidade de Presidente Dutra, quando visualizaram três caminhões estacionados em um posto de combustíveis, às margens da rodovia federal.

Ao suspeitarem da carga os policiais, resolveram abordar os condutores e solicitaram a documentação pessoal, do veículo e da carga.

De acordo com a PRF, o primeiro caminhão abordado era do estado do Pernambuco, que era conduzido por um homem de 45 anos. O condutor disse que estava vindo do estado do Pará e teria como destino o estado do Ceará. E também afirmou que estava transportando portas, acompanhadas de mais 10 m³ de madeira serrada, conforme o Documento de Origem Florestal (DOF) apresentado.

Contudo, após verificação, a equipe policial notou que a carga total era de, aproximadamente, 19 m³ de madeira serrada e que existia apenas uma pequena quantidade de portas, que não condiz com as informações dadas pelo condutor, no qual a intenção era ludibriar a fiscalização. Assim prescrevendo crime ambiental.

O segundo caminhão também era do estado de Pernambuco, e era conduzido pelo irmão do motorista do primeiro caminhão e que também estava vindo do Pará com destino ao Ceará. O condutor alegou a mesma situação do veículo do irmão, que também estava transportando portas acompanhadas de 10 m³ de madeira serrada, conforme DOF apresentado. Mas após a verificação da carga chegou-se a quantidade de, aproximadamente 23 m³ de madeira serrada.

O terceiro caminhão era do estado da Bahia, conduzido por um homem de 58 anos, que ao ser abordado pelos policiais, tentou mentir informando que não era condutor do caminhão. Ao ser solicitada a Licença Ambiental da carga, neste caso o DOF, o condutor apresentou um documento com a validade já vencida, além de informações divergentes entre o documento físico apresentado e o constante no sistema de consulta.

Além dessas irregularidades ainda estava transportando carga além do permitido na autorização vencida. O autorizado seria para 12 m³, porém a carga era de, aproximadamente, 27 m³. Indagado sobre a origem e destino da madeira o motorista informou que estava vindo do Pará e seguiria até o estado da Bahia.

Durante os procedimentos de fiscalização dos três caminhões, um quarto caminhão do estado do Maranhão, passava pelo local, os policiais deram ordem de parada ao seu condutor. Indagado sobre a carga, informou que era madeira serrada proveniente do estado do Pará e tinha como destino a cidade de Governador Luís Rocha apresentando aos policiais o (DOF) referente à carga.

A equipe ao consultar o DOF no sistema verificou-se que se tratava de um documento vencido e com informações divergentes do apresentado pelo motorista, configurando assim um documento falso. Após a checagem da carga, chegou-se à quantidade de, aproximadamente, 27 m³ de madeira serrada.

Após a conferência da carga e da documentação a equipe escoltou os caminhões até o pátio do Plantão da Polícia Civil de Presidente Dutra, onde foram apreendidos e deverão ser entregues ao órgão ambiental para lavratura dos procedimentos.

Os motoristas foram entregues aos cuidados da Polícia Judiciária onde responderão pelo crime ambiental e uso de documento falso. No total, foram apreendidos, aproximadamente, 97 m³ de madeira serrada irregular.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.