Traição é o pano de fundo da guerra entre militares e Olavo de Carvalho

*Tales Faria

07/05/2019

Fora os palavrões que tem postado contra eles nas redes sociais, o que tem deixado a cúpula militar mais irritada são as tentativas de Olavo de Carvalho e de seus discípulos de carimbar os generais como traidores. O assunto foi alvo das conversas na reunião administrativa do Alto Comando do Exército, nesta segunda-feira (6). E foi o que motivou a reação violenta do ex-comandante do Exército general Villas Boas contra os ataques do guru bolsonarista ao ministro-chefe da Secretaria de Governo, general Santos Cruz.

Olavo de Carvalho e seus seguidores, incluindo os filhos do presidente, têm divulgado que Jair Bolsonaro é alvo de traição dos chefes militares. Carlos Bolsonaro já deixou claro que considera o vice-presidente, general Hamilton Mourão, um traidor que pensa em tomar o lugar do pai no comando do Planalto.

Olavo de Carvalho não cansa de chamar os chefes militares de traidores dos ideais bolsonaristas. A seguir, um de seus tuítes em meio à mais recente guerra contra o ministro-chefe da Secretaria de Governo, general Carlos Alberto dos Santos Cruz.

Para os comandantes do Exército, a verdadeira traição está ocorrendo contra o país. Especialmente quando, sob a inspiração de Olavo, os bolsonaristas tentam estabelecer um alinhamento automático da política interna e externa do Brasil aos EUA. Os militares não são contra, por princípio, o alinhamento. São contrários a que isto se estabeleça em todos os assuntos, como por exemplo, uma intervenção armada na Venezuela.

Consideram também uma traição ao país promover um racha no Palácio do Planalto para enfraquecer os generais que participam do governo, só por discordarem desse alinhamento automático. Há três críticas básicas no alto comando do Exército:

o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, mantém um excesso de encontros com secretários e assessores de Donald Trump;

Como Olavo de Carvalho se sustenta nos EUA? Por que as ações do grupo sempre aparecem de maneira coordenada? Quem coordena?

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.