EIPP promove aula magna sobre contribuição da ciência e da técnica para a preservação da memória edificada, nesta segunda-feira (15)

A solenidade marca o início do Curso de Especialização em Conservação e Restauração do Patrimônio Cultural Edificado (CRPCE) e será transmitida pelo YouTube da Fundaj

Na semana em que se comemora o Dia do Patrimônio Cultural Brasileiro, a Escola de Inovação e Políticas Públicas (EIPP), da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), dá início ao seu primeiro Curso de Especialização em Conservação e Restauração do Patrimônio Cultural Edificado. A aula inaugural, programada para esta segunda-feira (15), a partir das 18h30, tem como tema “Da contribuição da ciência e da técnica para a preservação da memória edificada”.

A ser ministrada pelo Dr. Professor Mário Mendonça de Oliveira, Doutor por notório saber pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) pelas diversas contribuições que prestou ao patrimônio cultural brasileiro, a aula magna será transmitida ao vivo pelo YouTube da Fundaj e por meio, também, da Plataforma SG-EDU. O diretor da Diretoria de Formação Profissional e Inovação (Difor), Wagner Maciel, reforça a importância da aula inaugural. “O encontro será aberto ao público e demais interessados pelo tema com um dos maiores especialistas em conservação do patrimônio histórico”, afirma.

Os trinta alunos, destaca o diretor, todos servidores públicos, dos quais 60% da esfera federal, vão iniciar sua qualificação com uma importante palestra sobre as contribuições relevantes à ciência e conservação do restauro do patrimônio. Para Wagner, é um motivo de alegria ver a EIPP, enquanto escola de governo da Fundação, cumprindo sua missão ao capacitar e qualificar servidores públicos para o melhor atendimento das demandas sociais.

O início da formação se mostra promissor também para o seu coordenador pedagógico, Frederico Almeida. “Na semana do Patrimônio Cultural Brasileiro, a Fundação Joaquim Nabuco, tem a satisfação de dar início a um curso de especialização voltado, prioritariamente, para preparar servidores públicos arquitetos e engenheiros na elaboração de projetos de intervenção em monumentos ou conjuntos de valor cultural para a sociedade”, conclui.

SERVIÇO
Palestra: “Da contribuição da ciência e da técnica para a preservação da memória edificada”
Data: 15/08/2022
Local: Remotamente pela Plataforma SG-EDU e YouTube da Fundaj
Horário: 18h30 às 19h40

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.