Arraial Solidário do Seu Nabuco traz coco, ciranda e forró neste domingo (19)

Celebração do ciclo junino é promovida pela Fundaj em Casa Forte. No sábado (18), espetáculo Bandeira de São João e Novinho da Paraíba atraíram o público

No segundo dia de festa, neste sábado (18), o Arraial Solidário do Seu Nabuco trouxe para o público o espetáculo Bandeira de São João, Novinho da Paraíba e Cylene Araújo, alem de exposição e oficinas educativas. Promovida pela Fundação Joaquim, a celebração dos santos juninos segue neste domingo no campus Gilberto Freyre, em Casa Forte.

A programação deste sábado começou com a aula-espetáculo “Bandeira de São João”, formada por 12 músicas de Antônio Madureira compostas em parceria com Ronaldo Correia de Brito e Assis Lima. Ao longo da peça, os atores e intérpretes fizeram uma imersão pelas raízes do São João nordestino, relembrando o caráter multicultural que marca a festividade. A programação foi prestigiada pelo presidente da Fundaj, Antônio Campos.

Em seguida, o cantor Novinho da Paraíba subiu ao palco montado em frente à entrada do Museu do Homem do Nordeste (Muhne), exaltando as ligações entre o seu estado natal e Pernambuco. Depois, a cantora Cylene Araújo comandou o arraial até o fim da noite, em uma apresentação bastante animada e interativa, com direito, até, a participação de um fã, que cantou a primeira música gravada pela artista.

Fora do local dos shows, na entrada do Muhne, famílias inteiras se divertiam nas oficinas promovidas pelo Educativo do Museu. As dinâmicas, que incluíam jogos populares como a pescaria, recordaram as tradições ligadas ao período junino. Os participantes também puderam conhecer a exposição sobre a festividade na sala Waldemar Valente.

A programação do Arraial Solidário de Seu Nabuco continua neste domingo (19), com exposições, oficinas educativas, brincadeiras, atrações musicais e um polo gastronômico. Lembrando que o evento está arrecadando donativos para as vítimas das chuvas em Pernambuco, numa parceria com a Central Única das Favelas (Cufa).

*Primeiro dia*
No primeiro dia da celebração, os alunos da escola de reforço da professora Inácia Conceição Silva, de Cruz de Rebouças, apresentaram um coral. A programação contou com o cantor Ed Carlos, que trouxe em seu repertório o melhor do forró nordestino, com clássicos como o “Xote das Meninas”, “São João na Roça” e “Segure o Chororó”.

E para celebrar o São João no primeiro dia de Arraial, como manda a tradição, não poderia faltar o balancê da quadrilha junina. Criada há 26 anos, em Olinda, a Quadrilha Junina Raio de Sol se apresentou com o tema “No Passo da Estrada!” – que conta a história da união de romeiros, cangaceiros e ciganos, em caminhada, na busca do menino São João.

“Estamos muito felizes em termos o São João de volta, depois de passarmos dois anos nos apresentando sem o público presencial. E também por conseguirmos pensar em uma alternativa para ajudar quem mais precisa agora”, disse Leila Nascimento, coreógrafa da Raio de Sol.

Com atrações para todas as idades, as crianças puderam se divertir com o touro mecânico, pescaria, jogo de arremessar argolas e tiro ao alvo. Além disso, o Educativo do Museu do Homem do Nordeste realizou uma oficina para ensinar os pequenos a confeccionarem o tradicional balão de São João.

A dona de casa Ana Karolina Cavalcanti, veio acompanhada do seu filho, Pedro Gabriel, de sete anos de idade. “Achei muito bonito o Arraial e também é muito bom saber que podemos ajudar as famílias que precisam dessas doações. Meu filho está gostando muito das brincadeiras e as apresentações foram lindas”, comentou.

Para encerrar a noite do Arraial Solidário do Seu Nabuco, a cantora Érica Natuza, finalista do The Voice 2018, esquentou o público com muito forró.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.