Carlos Brandão: Jackson vive!

Algumas verdades são inquestionáveis. Quando se fala em política no Maranhão, há uma que todos respeitam: Jackson vive. Nos seus exemplos, no seu legado de trabalho e de honestidade. Espelho-me, inspiro-me muito em sua conduta. Tanto que, em trinta anos de vida pública, sigo ficha limpa. E isso não é algo sobrenatural, como sempre digo. Vejo como uma obrigação de qualquer agente público. Mas infelizmente muitos não seguem esse mesmo pensamento.

Apesar de eleito com quase um milhão e quatrocentos mil votos, em 2006, Jackson não conseguiu terminar seu mandato por conta de um processo que poucos conseguem entender até hoje. Ele foi às ruas pelas causas populares. Entrou e saiu do Palácio dos Leões pela porta da frente, defendendo sempre que seu maior legado era a sua palavra.

Naquela época, eu exercia mandato em Brasília. E diante do enfrentamento a uma possível cassação, eu e o amigo Julião Amin éramos os únicos deputados federais que ainda o acompanhavam nas andanças pelo estado. Poucos prefeitos aliados permaneceram ao seu lado. No entanto, o homem que chegou a ser eleito o melhor prefeito do Brasil – quando administrava São Luís -, continuou altivo, trabalhando e realizando muito, em apenas dois anos e três meses como governador. O médico que cultivava bons valores e princípios e que transformou a forma de governar, ouvindo o povo, resistia bravamente, mantendo viva a esperança de vencer, por tudo aquilo que defendia.

Essas lembranças emergiram na última quinta-feira. E posso dizer que foi um dia inesquecível. O mais importante, até aqui, dessa minha caminhada. Nesse dia, fui abraçado pela militância histórica do partido que Jackson ajudou a construir. De maneira espontânea e como uma resposta à forma como o PDT vem sendo tratado ultimamente, representantes dos movimentos sociais, culturais, militantes históricos e familiares de Jackson Lago pediram desfiliação do partido, acreditando na continuação das conquistas alcançadas por nosso Governo, sob a liderança do amigo Flávio Dino. Muito mais que isso: demonstrando total confiança que podemos fazer ainda mais, com honestidade – o maior legado deixado pelo eterno governador -, declararam que seguirão conosco.

Recebo esse apoio com uma responsabilidade gigantesca. Resgatar o sonho dos verdadeiros pedetistas é respeitar sua história de lutas; é dar vez e voz aos movimentos populares; é continuar o trabalho de construção de um Maranhão cada vez mais justo e solidário. O PDT do Jackson está aqui. Com ele, nos chega, também, a inspiração de um Neiva Moreira; a força e a coragem de Leonel Brizola; a determinação, juventude e organização de uma militância que ergue sua bandeira sem medo de defender seus ideais.

À família Lago, faço questão de deixar meu agradecimento pela confiança e, principalmente, pelas palavras de incentivo. Vocês não fazem ideia do que representa esse apoio para mim, que sempre tive Jackson como um norte.
A todos os militantes do PDT, saibam de que meu compromisso está posto: dar voz e vez aos movimentos populares e, acima de tudo, honrar o legado de trabalho e honestidade deixado por seu líder. Afinal, Jackson vive!

*Vice-governador do Maranhão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.