Trovão, finalmente, cidadão cururupuense

O doutor honoris causa pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), graduado pela Universidade Federal do Maranhão, mestre e doutor em Geografia pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, José de Ribamar Trovão foi agraciado pela Câmara Municipal de Cururupu com o título de cidadão cururupuense. A outorga deu-se em sessão solene e dentro da programação comemorativa dos 180 anos de emancipação político-administrativa do município.

A proposta do decreto legislativo foi dos vereadores Josean Costa, Adailton Borges e Marcos Soares. Coube ao presidente Antônio Carlos Silva (Vereador Pinto) submeter a matéria ao plenário, que aprovou incontinenti. Várias autoridades prestigiaram a cerimônia; entre elas, o secretário estadual de Desenvolvimento Social e deputado estadual licenciado Marcio Honaiser, na cidade para as festividades emancipacionistas.

Certificação – Confessando estar realizando um sonho de anos, o homenageado recordou a temporada vivida na localidade, por 20 anos (entre os dois e os 22 anos). E revelou que embalou a ideia ao longo do tempo. De tal modo que constituiu até patrimônio imobiliário na municipalidade (tem propriedade no bairro Areia Branca). E a quantos indagavam, insinuava ter nascido no município, à espera da titulação agora proporcionada pelo Parlamento local.

O professor universitário é escritor e autor publicado. É autor de artigos e trabalhos científicos publicados na imprensa e tem dois livros editados: Atlas Escolar Maranhão – Espaço Geo-Histórico e Cultural e Ilha Latifundiária na Amazônia Maranhense. É professor e pesquisador de fatos geográficos, com os quais ilustra as aulas ministradas nas duas universidades onde desenvolve suas atividades professorais.

Enfim, cidadão – O secretário Márcio Honaiser reconheceu a referência que o homenageado representa para o cenário cultural cururupuense. Comentou sobre o fato de todos considerarem Trovão natural do município, o que só agora se consolida com a providência adotada pelos vereadores. O novo cidadão torna-se conterrâneo de Achiles Lisboa e Antônio Dino (ex-governadores do Maranhão) e de Natalino Salgado (atual reitor da UFMA).

O presidente da Câmara, Vereador Pinto, ao saudar o homenageado destacou a referência cultural que ele representa para o município e a projeção que, agora, na qualidade de conterrâneo, empresta à história das tradições locais. Ele destacou que o novo cidadão já proporcionou vários benefícios para o município. “E agora é nosso maior orgulho tê-lo como conterrâneo de fato e de direito”, comemorou o parlamentar.

Fala Trovão – O prefeito Aldo Lopes congratulou-se com os vereadores pela iniciativa. Reforçou as qualidades e os méritos que o homenageado tem e a glória que proporciona ao ambiente cultural municipal. “A ele nossa população deve muito e sua conterraneidade só nos honra”, observou o gestor, com a aprovação do público que o ouviu.

O homenageado José Ribamar Trovão renovou sua satisfação pelo fato de, como professor, dar sua parcela de contribuição ao desenvolvimento de Cururupu. Depois de colocar o ato de ensinar como dadivoso, alertou para o fato de este profissional exercer o seu mister com humildade, consciente de estar em um palco para servir e não para ser servido”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.