Viana alia cultura e política em aniversário

O prefeito de Viana, Carlos Augusto Furtado Cidreira, recepcionou o governador Flávio Dino e comitiva nesta quinta-feira 8 de julho, durante as celebrações do 264º aniversário de emancipação político-administrativo do município. A programação incluiu a posse definitiva da sede própria da Academia Vianense de Letras, anúncio de investimentos estaduais em setores estratégicos da administração local, doação de equipamentos para projetos prioritários, realizado o arraial de vacinação, inauguração da unidade da Ciretran.

Para Carlos Cidreira o dia foi especial, pelo prestígio das autoridades visitantes, que transformaram a cidade na capital do Maranhão por algumas horas. Lá estiveram os chefes de dois poderes – Executivo e Judiciário – e lideranças políticas de cidades vizinhas: prefeitos de cidades próximas que receberam equipamentos de programas oferecidos pelo Estado. Houve atos religiosos e cívicos.

Presentes – Como presentes o prefeito contabilizou: assinatura de ordens de serviço para obras viárias, construção de logradouros, pavimentação de vias urbanas, vacinação contra covid-19, implantação de sistemas de abastecimento de água e readequação da área tombada do centro urbano. Este será o Programa Nossa Centro, de preservação de expressivo conjunto arquitetônico. Também a feira central da cidade será remodelada.

Prefeitos de cidades vizinhas confraternizaram, mas foram alvo de benefícios: receberam motores para canoas de pesca artesanal (Programa Maranhão Quilombola), destinados a atividades de populações quilombolas com atividades na pesca. Sobre os empreendimentos o prefeito vianense estendeu-se, manifestando gratidão a quem investe e acredita no crescimento do município. Sobre parcerias com seu governo citou os deputados federais Josemar de Maranhãozinho e Marreca Filho, que já destinaram expressivos milhões para obras de infraestrutura e saneamento básico.

Justificativa – O governador Flávio Dino levou pessoalmente votos de congratulações aos vianenses. “Eu, o vice-governador Carlos Brandão, dezenas de secretários de Estado, parlamentares, estamos aqui em Viana em razão do aniversário, mas fazendo entregas importantes, que fortalecem a parceria Estado e Municípios. Destaco a ocupação definitiva do prédio da Academia Vianense de Letras, uma casa de cultura para toda a região. E a revitalização do centro histórico de Viana”.

O governador observou que nenhuma forma de comemorar o aniversário era mais conveniente que essa de oferecer instrumentos de progresso e bem-estar às comunidades do interior. O prefeito Cidreira voltou a lembrar que a comemoração foi de muita honra para toda a comunidade e fato marcante na história da cidade. Disse que o governador resgata uma ação que esteve adormecida, pelo descaso de que foi vítima o município em recentes anos. Voltou a agradecer o resultado que conquistou nas urnas nas eleições no ano passado.

AVL assume sede própria

A Academia Vianense de Letras está definitivamente instalada em sua sede própria. A ocupação deu-se no bojo das comemorações do 264º aniversário de emancipação político-administrativa de Viana, nesse 8 de julho. A consolidação do projeto foi uma grande vitória da presidente do sodalício, a procuradora de Justiça e escritora Fátima Travassos. Para a construção da casa, pronta desde 2020, o poder público e a iniciativa privada colaboraram.

A Casa de “Anica Ramos” foi sonho de 19 anos. Para a concretização concorreram o Governo do Maranhão, a Prefeitura de Viana (gestões Magrado Barros e Carlos Cidreira), Câmara Municipal e a iniciativa privada (Grupo Mateus). Os recursos da Lei do Incentivo à Cultura (Lei nº 9.437/2011, regulamentada pelo Decreto nº 27.731/2011 e Resolução nº 01/2012) garantiram a construção, concluída este ano. “Foram quatro anos de luta”.

Resgate – Em minuciosa narrativa, a presidente da AVL descreveu a saga enfrentada para a instalação, erigida no terreno onde existiu a residência do escritor Ozimo de Carvalho, um dos patronos da academia. Fátima Travassos comenta que a obra resgata a história cultural do município e a trajetória dos ilustres personagens deste capítulo. Ela revelou que uma programação está sendo feita para que as atividades culturais sejam retomadas, agora no prédio.

A presidente apresentou rápido esboço da vida de vários intelectuais, como Ozimo de Carvalho, Antônio Lopes, Raimundo Lopes, Celso Magalhães e Anica Ramos, patrona do sodalício. Sobre ela, informou que “foi uma mulher a frente do seu tempo”: cenógrafa, pintora, diretora, iluminadora, figurinista, animadora, maquiadora e pedagoga, Em casa dela funcionou o primeiro teatro aberto ao público.

Para a presidente, a juventude estudiosa vianense terá oportunidade, com o funcionamento do prédio, de conhecer a galeria de intelectuais da terra e, mirando-se no exemplo deles, dedicar atenção à história cultural do município. “E fomentar sua vocação literária para a manutenção do cenário cultural da terra”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.