CRESCE NÚMERO DE CHAMADAS PARA O SAMU DE PINHEIRO, DEVIDO A PANDEMIA DE COVID-19

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), registrou aumento anormal no número de chamadas nos últimos 2 meses. A cada mês o aumento do número de atendimentos é esperado, no entanto, o crescimento foi acima do previsto devido a pandemia da Covid-19.

O total de chamadas mais do que duplicou no mês de maio, em relação ao mês de Abril. Em abril foram 919 chamadas, em Maio o número subiu para 2300. Só no mês de Maio deste ano o SAMU atendeu 500 pacientes, com um tempo médio de resposta de aproximadamente 10 minutos, apesar do grande fluxo a equipe tem conseguido responder aos chamados.

O serviço tem sido solicitado por paciente que apresentam os sintomas considerados graves da Covid-19, ficando sem condições de se locomover sem a assistência. E por pessoas que necessitam do atendimento por diversos motivos. Para conseguir atender todos os chamados, o SAMU faz a triagem das solicitações, priorizando os pacientes mais graves.
Desde que a pandemia começou o atendimento é realizado com cuidado extra para garantir a segurança do paciente e dos profissionais do SAMU, os procedimentos mudaram, a rotina da equipe mudou.

“Somo seres humanos é claro que o medo está presente todos os dias, mas esse é o nosso dever, a profissão nos exige isso, então estamos na luta, todos os dias são dezenas de atendimentos realizados, em uma rotina que agora é bem mais cansativa, já que a cada atendimento precisamos realizar a desinfecção da ambulância e utensílios e trocar os EPI’s (equipamentos de proteção individual), para a segurança dos pacientes, que usam o serviço e da própria equipe.” Explicou, Alexsandra Koqueiro, coordenadora do SAMU.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.