Nova eleição para o comando da bancada terá foco após recesso

De O Estado

A bancada maranhense se reunirá logo na retomada dos trabalhos, em fevereiro de 2020 – quando acaba o recesso parlamentar -, para começar a discutir a eleição para a coordenação do colegiado no Congresso Nacional.

Atual coordenador da bancada, o deputado federal Juscelino Filho (DEM) deve trabalhar para consolidar uma eventual reeleição. Outros parlamentares da bancada, contudo, já discutem uma alternativa para reabrir a disputa interna.

A O Estado, a informação é de que Juscelino conta com o apoio do senador Weverton Rocha (PDT), que é quem deve costurar um acordo com aliados para a manutenção do colegado no posto.

Apesar disso, cresce uma corrente interna que prega uma espécie de rotatividade no posto, com relação democrática entre as mais diversas faces políticas, para que haja um novo nome no comando do colegiado já a partir de 2020.

Não há, no momento, discussão em relação a nomes. O que existe, segundo apurou O Estado, é a predisposição de membros da bancada maranhense em se alternar a coordenação do colegiado.

O posto é importante na articulação junto aos governos Federal e Estadual, na discussão de pautas de interesse do estado no Congresso e na representatividade em matérias que dizem respeito ao aporte de investimentos autorizados pela Câmara Federal e pelo Senado ao Maranhão – a exemplo do recente aporte assegurado ao estado e municípios por meio do megaleilão do pré-sal -.

Abriu mão

No início deste ano, quando foram abertas as articulações pelo posto, dois nomes ganharam força para o comando da bancada: o próprio Juscelino Filho e o deputado Gil Cutrim (PDT).

O desfecho da disputa entre os dois foi protagonizado pela atuação de Weverton Rocha, que convenceu Gil a retirar o seu nome da disputa, na véspera da eleição.

Gil e Weverton apareceram juntos, ao lado de Juscelino, e declararam apoio ao deputado do DEM.

“Estive reunido com o meu partido e dialogando com os companheiros de grupo político e decidi retirar minha candidatura à coordenação da bancada federal maranhense. Irei apoiar o deputado Juscelino Filho. Faço isso em nome da unidade do grupo e para fortalecer nosso projeto de construir um Maranhão mais justo para todos”, disse o pedetista, na ocasião do pleito.

Consolidado para aquela disputa, Juscelino se manifestou na ocasião sobre o gesto do pedetista e agradeceu pelo apoio. “Muito grato e envaidecido pelo seu apoio [Gil Cutrim] ao meu nome. Conversei com todos os membros da bancada, temos o apoio da grande parte [dos deputados]. Todos estavam torcendo pela unidade em torno da minha candidatura, e se Gil abriu, eu entendo que será o melhor para a bancada”, resumiu na oportunidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.