MP faz busca e apreensão em endereços de Fabrício Queiroz e parentes de Bolsonaro

O Ministério Público do Rio de Janeiro (RJ) cumpre, na manhã de hoje (18), diversos mandados de busca e apreensão em endereços de familiares e do ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), incluindo o de Fabrício Queiroz, que teve uma movimentação de R$ 1,2 milhão nas suas contas identificada no ano passado pelo Coaf, que considerou a quantia suspeita.

As medidas cautelares são cumpridas na capital fluminense e no município de Resende como parte da investigação sobre lavagem de dinheiro e desvio de dinheiro público (peculato) no antigo gabinete de Flávio, quando ele era deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio.

Foram cumpridos ainda mandados contra nove parentes da ex-esposa do presidente Jair Bolsonaro e mãe do senador, Ana Cristina Siqueira Valle, que foram lotados no gabinete de Flávio em 2003, quando ele ainda era deputado estadual.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.