Não é só Moro: mais 18 nomes ligados à Lava Jato estão no governo Bolsonaro

Andre Coelho/Folhapress

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, e o presidente, Jair Bolsonaro Imagem: Andre Coelho/Folhapress

O governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem, pelo menos, 19 integrantes com histórico profissional ligado à Lava Jato. Além do ex-juiz federal Sergio Moro, hoje ministro da Justiça, outras 18 pessoas nomeadas para cargos de confiança no governo federal já trabalharam em repartições vinculadas à operação de combate à corrupção.

Moro e outros integrantes da Lava Jato estão hoje envolvidos em uma crise deflagrada pela divulgação de conversas sobre a operação mantidas pelo então juiz quando ele ainda julgava ações propostas pela força-tarefa (veja mais abaixo)

Dentre os integrantes do governo ligados à Lava Jato, há delegados da Polícia Federal (PF) e auditores da Receita Federal que já atuaram em investigações da operação. Há também servidores da Justiça Federal do Paraná que trabalharam junto com o ministro Moro.

Há até uma ex-subprocuradora-geral da República, Maria Hilda Marsiaj Pinto, que pediu exoneração de seu cargo no MPF (Ministério Público Federal) para virar secretária nacional de Justiça. Marsiaj Pinto fez parte da força-tarefa montada pelo MPF para a Lava Jato. De 2015 a 2018, ela atuou em recursos referentes a processos da operação que tramitaram no STJ (Superior Tribunal de Justiça). Hoje, ela é subordinada a Moro no Ministério da Justiça.

0 pensou em “Não é só Moro: mais 18 nomes ligados à Lava Jato estão no governo Bolsonaro

  1. Vê-se claramente que o ex-presidente Lula é preso político. Alvo de uma trama sórdida urdida pelas classes dominantes para tomar o poder por meio de um Golpe instrumentalizado pela Justiça Federal e o MPF no Paraná, com o patrocínio das forças políticas reacionárias do país, das elites conservadoras e do capital financeiro, e o apoio diário da grande mídia.

    Uma grande farsa jurídica forjada nos porões da República de Curitiba e que certamente será inscrita na crônica dos tempos como uma das páginas sujas, iníquas e tristes da história do Brasil.

    Mas aos poucos a verdade está sendo revelada, a farsa desmontada e a máscara arrancada. Quanto mais o STF adiar o julgamento que colocará em liberdade o Lula, mais insustentável será a presença do Moro no Ministério da Justiça.

    O editor do portal The Intercept declarou que o escândalo está só no começo e que mais ilegalidades da operação lava jato serão reveladas em breve.

    Trapaceiros, tremei !! Muita coisa ainda está por vir. A casa caiu !!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.