Carnaval: Thaiza Hortegal acompanha fiscalização no ferryboat

Em conversa com usuários do transporte aquaviário e representantes da MOB, Procon e EMAP, durante fiscalização no terminal de ferryboat de São Luís, nesta sexta-feira (1o), a deputada Dra. Thaiza Hortegal (PP) identificou a necessidade de projetos de lei que melhorem o serviço, beneficiando 2,5 milhões de usuários. Há necessidade, por exemplo, de limitar o tempo de espera dos passageiros.

“Em conjunto com os órgãos, estamos estudando projetos de lei para melhorar o serviço e o tempo de espera dos usuários na fila. A exemplo de uma semana de grande movimentação, como esta, do Carnaval, com a presença de embarcações extra, não vemos nem a divulgação dos horários, uma vez que as passagens acabaram há mais de 60 dias. As pessoas na fila de espera demoram até 9 horas. Por isso, há necessidade de uma lei que garanta um prazo real e informações aos passageiros. Atualmente, não há tempo limite e nem prioridade para idosos, gestantes, crianças ou cadeirantes”, explicou a deputada

Médica e usuária do ferryboat, a deputada compartilhou com os representantes das entidades fiscalizadoras a preocupação com relação à falta de estrutura para primeiros-socorros nas embarcações, além do desconforto.

“Neste ferryboat que fiscalizamos, por exemplo, não há ar condicionado funcionando, os banheiros estão sujos e a estrutura está enferrujada. A qualidade do serviço deixa a desejar, quando se compara com o de outros estados. Não existe material para primeiros-socorros, embora saibamos que alguns da tripulação recebem treinamento para situações de emergência. No entanto, se não houver um kit médico como bomba de oxigênio e um ambu, de nada adiantará a manobra manual. Um aparelho de pressão, um medidor de glicemia e curativos são itens básicos que salvam vidas. Isso também queremos exigir, por meio de lei. Estamos aqui trabalhando de mãos dadas com o governo para que, de uma vez por todas, as melhorias aconteçam”, disse a parlamentar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.