Onze vereadores abandonam sessão em protesto a Astro de Ogum.

A atitude ditadora do quase ex-presidente Astro de Ogum (PR) mostrou que o vereador está longe de ser um líder conciliador, característica fundamental para todo prefeito, sonho utópico do parlamentar pai de santo.

Ontem, após o vereador e aliado ( sabe-se lá até quando ) Chico Carvalho (PSL), pedir verbalmente a inclusão da PL Escola sem Partido na pauta, o presidente surpreendeu a todos que estavam presentes e negou o requerimento de Carvalho.

A atitude, tida por muitos como ditadora, revoltou uma grande parte dos parlamentares, e seguido de protestos, pelo menos 11 vereadores deixaram a Sessão em repudio a atitude de Astro de Ogum.

O autor do projeto ainda se pronunciou antes de deixar o plenário. “O plenário é soberano, senhor presidente. Há um requerimento meu e deve ser apreciado.’ Protestou Carvalho, que concluiu “Somos a favor da família. Escola deve ensinar é português, matemática.” Justificou o presidente do PSL.

Após o clima tenso, o presidente chamou todos para uma conversa fechada e lá, sofreu nova derrota na Câmara.

Pressionado pela maioria esmagadora dos vereadores, Astro voltou atrás e o projeto será apreciado pela Câmara Municipal na sessão ordinária da próxima segunda-feira, 03.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *