João Marcelo e Edvan Brandão entregam trator a pescadores de Bacabal

O deputado federal João Marcelo e o prefeito Edvan Brandão entregaram na manhã de ontem (14), no Sindicato dos Pescadores de Bacabal, um moderno trator de pneus.

O maquinário, adquirido pela CODEVASF com recursos de emenda de autoria do parlamentar, é fruto de requerimento do vereador Venâncio do Peixe, presidente do sindicato.

Destinado ao trabalho dos pescadores, psicultores e agricultores, o equipamento reforça a capacidade produtiva, melhorando a vida das famílias da zona rural.

“Me emociono a cada benfeitoria realizada em prol do desenvolvimento da minha amada Bacabal e do bem-estar dos bacabalenses, povo pelo qual me orgulho de trabalhar”, disse João Marcelo.

Presentes ao evento a vice-prefeita Graciete Trabulsi, vereadores, secretários municipais e lideranças políticas locais.

Morre quinta vítima de acidente no Jaracaty

Morreu na manhã deste sábado (14) Ana Lurdes Silva Matos, 20, quinta vítima fatal do acidente ocorrido na madrugada do último domingo (8) no Jaracaty, em São Luís.

Ela estava em coma, internada no Socorrão II, com um traumatismo craniano.

Além dela, morreram também Carla Correa Diniz, Henrique Martins Durans Neto e Tiana Naid Alves Correa, atingidos pelo veículo conduzido por Victor Yan Barros, Mauriccio Andrei Soares, que estava no carro, mas sacou na hora do acidente.

Outras seis pessoas ficaram feridas.

PTB oficializa apoio à pré-candidatura de Osmar Filho em São Luís

Deputado federal Pedro Lucas Fernandes disse que o seu partido pretende indicar o companheiro de chapa do atual presidente da Câmara Municipal.

O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) oficializou, neste sábado (14), apoio à pré-candidatura a prefeito de São Luís do presidente da Câmara Municipal, vereador Osmar Filho (PDT).

O anúncio foi feito por dirigentes da sigla durante evento político no qual foram empossados os novos presidentes do diretório municipal de São Luís e da JPTB, Paulo Casé e Yanna Kléper, respectivamente. Centenas de militantes participaram do ato, no qual ocorreram novas filiações.

“O PTB está unido. É um partido que tem representatividade na Câmara Municipal e, ano que vem, nós queremos triplicar. Também estamos fortes em todos as demais cidades do Maranhão e iremos, tenho certeza, fazer grande número de prefeitos e vereadores. Quero dizer ao presidente Osmar que o PTB está unido à sua pré-candidatura a prefeito de São Luís. O Osmar é o mais jovem presidente da Câmara; já mostrou uma gestão inovadora, participativa e moderna; e o Osmar conhece São Luís, conhece seus problemas, e sabe como resolvê-los.

Ele sempre terá um parceiro em Brasília para ajuda-lo”, disse o deputado federal e presidente do diretório estadual petebista, Pedro Lucas Fernandes.

Fernandes explicou que a sigla, a partir de agora, promoverá uma agenda permanente de debate sobre temas de interesse da coletividade, como a mobilidade urbana. Disse que Osmar Filho estará engajado neste trabalho e aproveitou a oportunidade para confirmar que o PTB tem interesse em indicar um nome que comporá como vice na chapa encabeçada pelo pedetista.

Paulo Casé destacou a juventude e a vontade que o presidente da Câmara tem para trabalhar, ainda mais, por São Luís.

“O Osmar é um político que representa a juventude, uma nova forma de fazer política e de administrar. São por estas e outras qualidades que o PTB estará com ele neste projeto relacionado à Prefeitura”, comentou.
Presente no evento, Osmar Filho agradeceu as manifestações de apoio e carinho.

O pré-candidato confirmou que participará da agenda de diálogo do PTB objetivando uni-la a sua e, desta forma, construir um plano de governo coletivo para cidade.
“Agradeço à confiança dos filiados ao PTB, nas pessoas dos amigos Pedro Lucas, Paulo Casé e do ex-deputado Pedro Fernandes. Nossa pré-candidatura, como já disse em outras oportunidades, é um projeto coletivo, que está sendo construído desta forma, dialogando com o cidadão e com todos os agentes da classe política”.

VEREADOR LUCAS DO BEIRADÃO COMEMORA ANIVERSÁRIO AO LADO DO POVO E DO PREFEITO LUCIANO

O vereador de Pinheiro, Lucas do Beiradão, completou mais uma primavera nesta última sexta-feira (13) e aproveitou a data para comemorar do jeitinho que ele gosta: no meio do povo.
Uma estrutura bem organizada foi montada na extensão do Beiradão para que todos pudessem participar do churrasco e assistir ao show ao vivo e gratuito da super Banda Miragem.
O prefeito Luciano e a deputada estadual Dra. Thaiza prestigiaram o aniversário do vereador que também é amigo pessoal de longa data do casal. Como parte das comemorações, o prefeito entregou o poço artesiano da Vila Zé Genésio e anunciou uma série de obras a serem executadas nos bairros em torno do Beiradão.
Em seu discurso o vereador Lucas se emocionou ao agradecer o apoio e a presença da família e amigos e também ao falar do pai, que não está mais entre nós, que sempre foi um incentivador dos projetos políticos do filho. Já o prefeito Luciano relembrou momentos nostálgicos de lutas e vitórias iniciadas naquela região e agradeceu ao Lucas pela amizade sincera de longas datas; Luciano disse que sempre se sentiu como membro da família do amigo.
Prestigiaram também o amigo, os vereadores Elizeu de Tantan, Paulinho Enfermeiro e Edinildo, o secretário de infraestrutura Batista Segundo e o empresário Lúcio André.

A TERRA TREME E ASSUSTA OS MORADORES DA CIDADE DE BEQUIMÃO

Um tremor de terra assustou na noite desta sexta-feira, (13), os moradores da cidade de Bequimão, (MA). O abalo foi sentido em vários bairros do município em vários povoados. Alguns moradores afirmam ter visto uma grande bola de fogo indo em direção ao mar e em seguida ouviu-se um grande barulho e a terra tremeu. O abalo foi sentido de forma mais intensa nas comunidades de Balandro, Paricatiua e Estiva. Apesar do susto ninguém ficou ferido e também não houve danos.

Bolsonaro ameaça levar acordo com EUA ao AP; deputados do MA reagem

De O Estado

Os deputados estaduais do Maranhão divulgaram na sexta-feira, 13, manifesto favorável à aprovação do Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST), assinado em março deste ano e que prevê o uso comercial da Base de Alcântara. Esta é mais uma etapa da articulação do governo estadual após ameaça do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), de retirar o acordo do Maranhão e transferir para o Amapá.

Em sua live semana – em 15 de agosto deste ano – Jair Bolsonaro disse que o AST, que ainda estava tramitando na Comissão de Relações Exteriores – poderia não ser mais com o Maranhão e sim para o Amapá. O presidente alegava que havia “algum probleminha” o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Em recado para o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), que é do Amapá, Bolsonaro considerou que o estado poderia ser o alvo para abrigar o AST e não mais a base de Alcântara.

“Estamos com algum probleminha com o governador do Maranhão, que por coincidência é do PCdoB, […] espero que tudo o que foi feito no Maranhão não seja jogado fora. O governador poderia dá uma força pelo bem do povo do Maranhão”, disse na live o presidente.

Após este pronunciamento, o AST foi aprovado na Comissão de Relações Exteriores e o discurso do governador Flávio Dino e dos membros de sua base começaram a mudar.

As preocupações com a soberania nacional e as áreas de comunidades quilombolas ficaram de lado e uma “frente” começou a ser articulada pelo deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) para mostrar empenho dos representantes do Maranhão em aprovar o AST.

Primeiro Jerry articulou com a comunidade científica uma manifestação favorável ao acordo. Em seguida, Flávio Dino, que meses antes disse que o acordo não poderia ser abusivo e violentar a soberania nacional, se pronunciou completamente favorável dizendo que não há previsão de ferir a soberania nacional.

Outra estratégia do deputado federal Márcio Jerry foi articular com o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), um manifesto dos 42 parlamentares a favor do Acordo de Salvaguardas Tecnológicas.

Segundo o deputado federal do PCdoB disse a O Estado, o seu partido e o governador maranhense nunca foram contra o acordo, mas que o debate precisava ser qualificado.

Manifesto

No entendimento dos deputados, no manifesto, “o AST oferece uma imensa possibilidade de favorecer o desenvolvimento regional e nacional, com retomada da política aeroespacial a partir do uso comercial do Centro Espacial de Alcântara, em nosso território”, diz trecho do texto.

Além de demonstrarem preocupação com a situação quilombola daquela região, reivindicando que todos os direitos dessas comunidades sejam assegurados, o manifesto cita o esforço acadêmico para viabilizar o uso da Base de Alcântara, citando como exemplo a criação do curso de graduação em Engenharia Aeroespacial na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), e o mestrado em Rede de Engenharia Aeroespacial, ofertado em conjunto por UFMA, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Universidade Federal do Pernambuco e Universidade Estadual do Maranhão.

Especificamente, o Acordo de Salvaguardas que está sendo debatido estabelece regras de proteção aos Estados Unidos no emprego de tecnologia norte-americana para lançamentos na base de Alcântara. Recentemente, cientistas do Maranhão e do Rio Grande do Norte divulgaram documento semelhante onde também defenderam o AST, que pode finalmente viabilizar a utilização comercial da base.

PRO-ESTRADA VICINAIS ACONTECE NA REGIÃO DO GAMA: PREFEITO LUCIANO FISCALIZA OBRA

O projeto lançando em 2019 pelo prefeito Luciano visa recuperar e estruturar 300 quilômetros de estradas vicinais no município de Pinheiro.

O trabalho acontece em várias frentes; nesta sexta-feira (13) o prefeito Luciano esteve pessoalmente acompanhando o projeto na região do Gama que envolve os povoados de Santa Sofia, Santa Vitória, Ave Maria e vizinhança.

A piçarra aplicada nas estradas é extraída das regiões que serão beneficiadas como forma de incentivar a mão de obra local; os trabalhadores que executam o trabalho são locais, promovendo distribuição de emprego e renda.

Ao mesmo tempo que acontece o projeto Pro-Estrada Vicinais acontece também o projeto Pro-Asfalto na sede do município. São 300 quilômetros de estradas vicinais e 50 quilômetros de asfalto; o prefeito Luciano está adaptando sua agenda para acompanhar todas a obras pessoalmente.

“Estamos hoje executando e fiscalizando as obras na região do Gama, já estamos concluindo a espinha dorsal dessa região. O mais importante é passar para a população que não tem dia nem hora para o trabalho acontecer, o trabalho não para. Pegamos um inverno rigoroso e agora vamos compensar após as chuvas. Até domingo estaremos concluindo essa estrada e, principalmente, estamos valorizando o trabalhador do campo”, disse o prefeito Luciano.

A deputada estadual Dra. Thaiza está acompanhando, junto ao prefeito Luciano, os projetos desenvolvidos pela prefeitura: “estou deputada estadual do estado do Maranhão por votação e por projeto de vida e estamos trabalhando e percorrendo todo o nosso estado; posso afirmar sem medo que Pinheiro se destaca em trabalho e nova política. Mesmo com todos os desafios enfrentados pelo prefeito Luciano, herança de uma bola de neve de descaso, ele está inovando e priorizando as necessidades do povo de Pinheiro. É gratificante fiscalizar esse trabalho de perto e ver o orgulho da população em saber que, hoje, Pinheiro tem um prefeito que trabalha para o povo”, declarou a deputada estadual Dra. Thaiza.

SETEMBRO AMARELO: PROFISSIONAIS DO CAPS II LEVAM PALESTRAS COM TEMA “SUICÍDIO” PARA ESCOLAS EM PINHEIRO

Estamos no setembro amarelo, mês em que a campanha de conscientização sobre prevenção ao suicídio é intensificada no Brasil. Em Pinheiro, a agenda entrou na programação do “CAPS II EM AÇÃO”, projeto que leva atividades e atendimentos para além das salas do Centro de Atenção Psicossocial.

A primeira medida de prevenção ao suicídio é a educação. Através dessa premissa, profissionais do CAPS II de Pinheiro levaram palestras e rodas de conversa sobre o tema para dentro da Escola José de Anchieta. Os alunos ouviram informações importantes sobre o assunto e puderam fazer perguntas de forma anônima através de bilhetes para facilitar o diálogo.

A diretora do CAPS II de Pinheiro, Rosa Pinheiro, afirmou que os números de suicídio na região da Baixada marenhense são alarmantes e que os casos de depressão e tentativas de suicídio vêm aumentando entre os adolescentes nos últimos anos, e disse ainda: “os nossos adolescentes estão falando cada vez mais em suicídio; nós precisamos estar atentos, especialmente nós que trabalhamos com saúde mental. Quando um adolescente está com sintoma de tristeza, isolamento social e as vezes até se automutilando, ele não está tentando chamar atenção, ele está em sofrimento e precisa de ajuda. Por isso nossos profissionais estão saindo dos consultórios e visitando especialmente as escolas para tratar do assunto, para orientar os adolescentes, os professores e as famílias. O CAPS II de Pinheiro está de portas abertas para receber, acolher, orientar e ajudar quem está em sofrimento”, finalizou a diretora.

O site oficial da campanha Setembro Amarelo aponta que cerca de 32 pessoas cometem suicídio por dia no Brasil; a nível mundial o número é mais preocupante, chega acontecer uma morte a cada 40 segundos. O site ainda informa que o suicídio é um ato de comunicação. Quem se mata, na realidade tenta se livrar da dor, do sofrimento, que de tão imenso, parece insuportável.

Listamos alguns sinais de alerta que podem indicar a necessidade de buscar ajuda:

– isolamento;

– mudanças marcantes de hábitos;

– perda de interesse por atividades que gostava;

– descuido com a aparência;

– piora do desempenho na escola ou no trabalho;

– alterações no sono ou no apetite;

– frases como “preferia estar morto” ou “quero desaparecer”;

Se você sente um ou mais desses sintomas, procure ajuda de um profissional.

O CAPS II de Pinheiro funciona de segunda a sexta-feira, das 08:00 às 18:00 horas e fica localizado na rua Major Gomes, S/N – no Antigo Matadouro.

AVANÇOS: PINHEIRO PARTICIPA PELA 1° VEZ DO CURSO DE EDUCAÇÃO POPULAR EM SAÚDE – EDPOPSUS

O município de Pinheiro, cidade polo da baixada maranhense, já é considerado referência de saúde em todo o estado do Maranhão; resultado de fortes investimentos em infraestrutura, tecnologia e capacitação executados nos últimos dois anos.

Em mais uma parceria com o Governo do Estado, Pinheiro está entres os 15 municípios participantes do 4° Curso de Educação Popular em Saúde – EdPopSUS realizado no Maranhão.

O EdPopSUS é uma iniciativa do Ministério da Saúde em parceria com a Escola Politécnica em Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Osvaldo Cruz e busca favorecer a atuação dos trabalhadores da saúde nos processos de conquista de direitos em saúde da população e promover o fortalecimento da participação social.

Essa é a 4° vez que o Governo do Estado executa o curso em parceria com a Fio Cruz no Maranhão e a primeira vez que Pinheiro participa do seletivo como parte dos investimentos e avanços na área da saúde no município; o curso conta com a participação de diversos profissionais de diferentes áreas da saúde, como: agentes comunitários de saúde, agentes de combate a endemias, líderes comunitários, técnicos em enfermagem, enfermeiros, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e assistentes sociais.

O curso tem a duração de 4 meses sendo um encontro presencial por semana; a turma de Pinheiro já está no sexto encontro presencial. As aulas são ministradas pela coordenadora do Núcleo de Apoio à Saúde da Família – NASF, Thais Amorim, e pelo diretor do Materno Infantil de Pinheiro, Renan Lessa, que foram capacitados pela Escola Politécnica Joaquim Venâncio/FIOCRUZ em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde.

As aulas foram iniciadas em agosto e encerram em novembro com um total de 16 encontros realizados todas as quintas-feiras; no último encontro realizado nesta quinta (12) a turma contou com a participação da responsável pelo curso a nível de estado e chefe do departamento de educação em saúde, Ricarda Normaton.

A participação do município de Pinheiro no curso de Educação Popular em Saúde é uma parceria da Secretaria Municipal de Saúde, com o Governo do Estado do Maranhão e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).