Em Washington, Marcos Pontes afirma que acordo para Alcântara não viola soberania

O ministro Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) confirmou neste domingo (17) a assinatura do acordo de salvaguardas tecnológicas com os Estados Unidos —que permitirá o uso comercial da base de Alcântara—, e ressaltou que a soberania brasileira não será afetada.

Segundo o ministro, o acordo será assinado nesta segunda (18), durante visita do presidente Jair Bolsonaro a Washington.

“É importante ressaltar que a soberania de maneira nenhuma é afetada. Esse acordo é feito em termos técnicos e não tem qualquer influência ou provocação à nossa soberania. Pelo contrário, vamos ganhar muito com isso”, afirmou o ministro ao deixar o hotel em que está hospedado na capital americana.

Segundo Pontes, as tratativas para o acordo estão sendo feitas há mais de 20 anos —durante o governo FHC, o Congresso barrou o texto.

“Esse acordo está para ser assinado amanhã. Já vem sendo conversado há tempos, na verdade há mais de 20 anos esse negócio está enroscado”, disse o ministro. “Oitenta por cento dos satélites usam peças americanas, e para que você possa lançar você tem que ter um acordo com os EUA para garantir que você vai proteger aquela tecnologia, para ela não ser roubada ou copiada”, explicou.

Alcântara é alvo de um dos poucos acordos concretos que devem ser assinados na visita de Bolsonaro aos EUA. Com ele, o Brasil poderá faturar até US$ 10 bilhões ao ano, segundo Ministério da Defesa, alugando o local para lançamentos de satélites. (Folha de SP).

Rompimento de açude corta Rodovia e governo anuncia viagens extras de travessia de ferry

O transbordamento de um açude causou o rompimento total da BR-316 no povoado Cocalinho, entre Zé Doca e Araguanã, a 175 km de São Luís. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o corte aconteceu no km 189 da rodovia, por volta das 13h45 deste sábado (16).

A partir deste domingo (17) haverá viagens extras de ferry boat entre os terminais da Ponta da Espera e Cujupe, de acordo com a demanda. A informação é do Governo do Estado, por meio da Agrncia de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB).

O inspetor da PRF, Antonio Noberto, informou que o rompimento da rodovia prejudica o trânsito na região, mas não isola cidades. Há formas de acessar por outros caminhos.

“Ainda tem o acesso por Pinheiro para quem vem de Belém do Pará e vai para São Luís. Após passar por Maracaçumé, é possível entrar pelo antigo encruzo, onde é Governador Nunes Freire, e ir por Santa Helena. Depois vai passar em Pinheiro e, logo em seguida, pode pegar para Viana, Vitória do Mearim e Miranda do Norte para entrar na BR-135. Tem essa possibilidade. Já quem se desloca entre São Luís e Belém pode fazê-lo entrando em Vitória do Mearim sentido Viana, Pinheiro, Santa Helena, saindo na BR 316 na cidade de Governador Nunes Freire (antigo Encruzo). Ou poderá ainda faze-lo pelo Ferry Boat, saindo de São Luís até o porto do Cujupe, onde desembarca e segue por rodovia estadual passando por Pinheiro, Santa Helena, saindo em Governador Nunes Freire”.

Ainda não há previsão de quando a pista será restaurada. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) informou que já está realizando sinalização no local e iniciará a recuperação do trecho após o fluxo de água baixar. O DNIT disse ainda que a equipe de conservação da via foi acionada e os trabalhos de restabelecimento da via são prioritários

Crédito: Divulgação/PRF

Irmão de Flávio Dino cotado para ser o novo coordenador da Lava Jato

O subprocurador geral da República Nicolao Dino, irmão do governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB), é cotado para substituir Deltan Dallagnol na coordenação da força-tarefa Lava Jato.

Deltan está demissionário do cargo desde que sofreu três derrotas seguidas no Supremo Tribunal Federal (STF), e ser alvo de investigação na Procuradoria Geral da República (PGR) após tentar formar um fundo bilionário privado com R$ 2,5 bilhões da Petrobras.

Na eleição para a chefia da PGR, em 2017, Nicolao Dino foi o mais votado quando obteve 621 votos entre os procuradores. Ele derrotou a atual procuradora-geral, Raquel Dodge, que ficou em segundo lugar com 587 votos. No entanto, o então presidente Michel Temer (MDB) a escolheu numa lista tríplice.

Quanto à lava jato, trata-se de uma força-tarefa formada por procuradores da República que estão nos trabalhos de investigação na primeira instância da Justiça Federal do Paraná, em crimes relacionados à Petrobras, desde abril de 2014. (Do blog do Esmael)

Liminares derrubam MP de Bolsonaro contra sindicatos

No Rio de Janeiro e em Minas Gerais, Justiça deu parecer favorável aos movimentos sindicais impedindo o fim das contribuições em folha de pagamento dos trabalhadores

Vice-presidente do Sisejufe/RJ afirma que MP contra sindicatos ataca liberdade de organização dos trabalhadores

São Paulo – As entidades sindicais travam uma disputa para manter o recolhimento da contribuição dos trabalhadores em folha de pagamento desde que o governo de Jair Bolsonaro lançou, como manobra para sufocar e cortar o financiamento dos sindicatos, a Medida Provisória (MP) 873, que altera os critérios de cobrança.

No Rio de Janeiro, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Universidade Federal (Sintufrj), o Sindicato dos Trabalhadores no Combate às Endemias e Saúde Preventiva (Sintsauderj) e o Sindicato dos Servidores das Justiças Federais (Sisejufe-RJ) conseguiram, por liminar, manter as contribuições sindicais por desconto direto, em vez de boletos bancários, como expresso pela MP. Em Minas Gerais, o Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal (Sintraemg) também derrubou judicialmente a manobra do governo.

“Existia ali (na MP) uma invasão da União, do Estado e do governo, em cima da liberdade de organização da classe trabalhadora e das entidades sindicais”, explica o vice-presidente do Sisejufe-RJ, Lucas Costa, sobre a decisão provisória da Justiça a favor dos sindicatos.

A MP baixada por Bolsonaro vem sendo questionada por outros movimentos e também pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que na segunda-feira (11) entrou com ação direta de inconstitucionalidade (ADI) no Supremo Tribunal Federal, pedindo sua suspensão.

Gastão Vieira toma posse na próxima terça-feira (19), em Brasília, como deputado federal

Será na proxima terça- feira, dia 19, em Brasilia, na Camara Federal, a solenidade de posse do deputado federal Gastao Vieira no lugar do Dep. Simplicio Araujo, que volta a comandar a Seinc- Secretaria de Estado da Industria e Comercio, atendendo convite do governador Flavio Dino.

Um grupo de amigos fieis entre eles o ex- prefeito de Cururupu, Ze Francisco Pestana, devera marcar presença neste importante ato ate porque como deputado, ministro e presidente do FNDE( Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educaçao) sempre ajudou a grande maioria dos prefeitos do Litoral Ocidental Maranhense com emendas, principalmente, p/area da educaçao como creches, escolas de ensino fundamental; p/ area de infraestrutura: asfaltamento de ruas, construçao de praças e quadras poliesportivas, etc.

Para esse novo mandato que começa agora nao sera diferente segundo garantiu ao ex-prefeito Pestana. Vai continuar olhando com carinho e ajudando essa promissora regiao independente da cor politico- partidaria dos prefeitos. Exemplo disso e a garantia do empenho de uma emenda p/estender mais cursos vocacionais do IEMA a todos os municipios da regiao que no ano passado foi um grande sucesso em Cururupu, Mirinzal e Guimaraes.

Mais dois alunos vítimas de ataque na Escola Raul Brasil, de Suzano, recebem alta

Samuel e José Vitor estavam internados no Hospital Santa Maria, em Suzano, e foram liberados. Outra ferida no massacre, uma adolescente que estava internada no Hospital das Clínicas em SP, saiu da UTI.

Na manhã deste sábado (16), mais dois adolescentes feridos no massacre na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, receberam alta. O ataque deixou oito mortos na última quarta-feira (13).

Samuel Silva Félix e José Vitor Ramos estavam internados no Hospital Santa Maria, em Suzano, e foram liberados. Samuel foi o primeiro a deixar o hospital. José Vitor saiu logo em seguida, por volta das 9h. Ele foi ferido por um machado no ombro e deu entrevista ao deixar o hospital.

José Vitor Ramos Lemos - Aluno que levou golpe de machado sobrevive a ataque em escola de Suzano. — Foto: Reprodução/TV GLobo

José Vitor Ramos Lemos – Aluno que levou golpe de machado sobrevive a ataque em escola de Suzano. — Foto: Reprodução/TV GLobo

Em São Paulo, uma adolescente ferida deixou a UTI do Hospital das Clínicas e segue na enfermaria da unidade. Quadro de saúde dela é estável.

Até o momento, seis estudantes já receberam alta e mais cinco adolescentes continuam internados. Os assassinos eram ex-alunos da escola. A investigação aponta que Guilherme Monteiro matou Henrique Castro e, em seguida, se suicidou. A polícia diz que os dois tinham um “pacto” segundo o qual cometeriam o crime e depois se suicidariam.

São eles:

  • Adna Isabella Bezerra de Paula, de 16 anos: saiu da UTI e segue em estado estável na enfermaria;
  • Anderson Carrilho de Brito, de 15 anos: está internado na UTI do Hospital das Clínicas de São Paulo em estado estável;
  • Jenifer da Silva Cavalcante, 15 anos: está internada na UTI do Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes em estado estável;
  • Leonardo Martinez Santos, 16 anos: passou por cirurgia nesta sexta-feira (15) e segue internado no Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes;
  • Murillo Gomes Louro Benite, de 15 anos: está internado na enfermaria do Hospital das Clínicas de São Paulo em estado estável.

Fernando Pessoa busca benefícios da Caema para Tuntum, Riachão e Fernando Falcão

O Deputado Estadual Fernando Pessoa reuniu-se em São Luís-MA com o presidente da CAEMA, Dr. Carlos Rogério, tendo como pauta discutir melhorias através da revisão diagnóstica e reestruturação do sistema de abastecimento de água  de Tuntum, Fernando Falcão e Riachão, consoante demandas apresentadas por lideranças dos respectivos municípios que acompanharam o deputado nesse encontro.

FP CAEMA 15 MARÇO3

Carlos Rogério e Fernando Pessoa

“Quero agradecer ao diretor presidente Carlos Rogério pela boa recepção e por se prontificar em atender as solicitações que apresentamos.” Publicou Fernando Pessoa em sua rede social.

Ônibus da banda Forró Sacode tomba e deixa 7 feridos

O ônibus da banda Forró Sacode, do cantor Tony Guerra, tombou nesta sexta-feira (15), no Km 13 da BR-116 no Bairro Messejana, em Fortaleza.
Informações  da Polícia Rodoviária Federal dão conta que sete pessoas foram socorridas com escoriaçõs, mas sem gravidade.
Segundo o Tenente Falcão da Polícia Militar, o motorista do ônibus informou que um veículo Celta avançou na frente do veículo que levava a banda e ele teve que fazer uma manobra brusca. Duranta a frenagem, o ônibus tombou.
Por conta do acidente, ocorreu uma interdição total do sentido Capital-Interior, o que causa neste momento um congestionamento de cerca de 2 km.

FAMEM se juntará ao Aldenora Belo para combate e prevenção do câncer no MA

O presidente da FAMEM, Erlanio Xavier, e o deputado federal Hildo Rocha (MDB) dentro dos próximos dias irão iniciar as tratativas com o Hospital Aldenora Belo para capacitar profissionais da saúde nos municípios com objetivo de realizar a detecção e prevenção do câncer por meio de diagnóstico precoce. A ideia foi exposta pelo deputado Hildo Rocha ao presidente da Federação nesta sexta-feira (15), na sede da entidade, durante visita institucional do parlamentar ao prefeito dirigente da entidade para estreitamente de relações.

Segundo a proposta do parlamentar, coordenador temporário da bancada, a qualificação seria feita pelo Aldenora Belo em programações regionais, otimizando recursos e resultados.  Os recursos utilizados no custeio da qualificação de pessoal, agentes comunitários de saúde, seriam provenientes de emendas parlamentares da bancada estadual.

Por sugestão do deputado Hildo Rocha, os recursos devem ser destinados diretamente para o Hospital Aldenora Belo. Ele tomou como referência a experiência do Hospital de Barretos (São Paulo) que tem procedido com a estratégica com grande êxito na atenção básica de saúde, de escopo do município. As definições jurídicas sobre um convênio de cooperação técnica serão ainda discutidas entre a entidade representativa dos prefeitos maranhenses e a unidade de saúde referência no tratamento de câncer no estado, com intermediação do parlamentar.

“Será um grande benefício para os municípios. A FAMEM se compromete em mobilizar seus integrantes para que o treinamento do pessoal aconteça de forma estratégica, reduzindo custos e obtendo mais resultado. Para isso contamos com a colaboração de toda a bancada maranhense”, declarou Erlanio Xavier. O presidente da federação disse que vai verificar os meios jurídicos que garantam a parceria.

Na fase preliminar do projeto, o presidente da FAMEM, Erlanio Xavier, contará com a colaboração do Instituto Ovídio Machado, que na reunião foi presentado pelo ex-vereador de São Luís e profissional da Saúde, Fábio Câmara.  O instituto deverá proceder com levantamento das incidência e capacidade instalada de cada um dos municípios do Maranhão para estabelecer prioridades na capacitação e atendimento. Inicialmente o foco seria concentrado no público infantil.  Por outro lado, a FAMEM deve realizar o levantamento do custo das capacitações das equipes.

Hildo Rocha destacou a qualidade da equipe do Aldenora Belo, formada atualmente por 137 médicos. “Precisamos fazer um trabalho integrado no combate ao câncer e por meio da FAMEM vamos buscar uma forma de alinhar os recursos para capacitar técnicos para fazer diagnóstico precoce e prevenção na Saúde Básica”, ressaltou o deputado.

O presidente Erlanio Xavier recebeu o parlamentar acompanhado dos prefeitos Sidrack (Morros), André Dourado (Carutapera), o vereador de Amarante, Sebastião das Alvoradas; o vice-prefeito de Cândido Mendes, Jofran Braga, o secretário executivo da FAMEM, Fonsequinha, e do coordenador jurídico, Guilherme Mendonça.

Municipalismo

Erlanio Xavier e o deputado Hildo Rocha aproveitaram a ocasião para trocar impressões sobre a conjuntura nacional e as propostas legislativas mais evidentes, como Reforma da Previdência, e o fortalecimento do municipalismo.  “Nós agradecemos a visita do deputado Hildo Rocha, um municipalista reconhecido e atuante.  Temos a satisfação de termos um parceiro que tem um histórico de luta pelos municípios”, afirmou o presidente

Deputada Thaiza Hortegal solicita melhorias na rodovia MA-006

A deputada estadual Dra. Thaiza Hortegal (PP) usou a tribuna da Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (14), para solicitar ao governador Flávio Dino (PCdoB) atenção às condições da MA-006, no trecho entre Pinheiro e Pedro do Rosário, onde há buracos que poderão deixar a via interditada para o tráfego. Inicialmente, a parlamentar ressaltou o empenho da SINFRA no trabalho de recuperação de estradas maranhenses.

“Sei do importante trabalho que o governo vem desempenhando, esforçando-se, além do possível, para atender à vasta extensão de rodovias estaduais que carecem de melhorias, como a MA-006. O governo já recuperou o trecho entre Arame e Grajaú, de Pedro Rosário até a saída da BR-316; beneficiou, ainda, trechos na região sul do estado, alcançando Balsas, Fortaleza dos Nogueiras e Formosa da Serra Negra. Ressalto, agora, o trecho entre Pinheiro e Pedro do Rosário, que está em péssimas condições. Recebi informações sobre o risco de abertura de uma cratera e a via ficar interditada, fora os riscos de assaltos e acidentes naquela região”, explicou a deputada.

Em fevereiro, a parlamentar fez Indicação solicitando melhorias não apenas na MA-006, mas também na MA-014 e na BR-222, neste último caso, encaminhada ao DNIT, órgão responsável pelas estradas federais. O trecho da MA-014, entre Matinha e Pinheiro, foi destacado pela deputada também no discurso de hoje.

“Os profissionais que percorrem esse trecho – sabemos que na nossa região há muitos concursados dos municípios vizinhos – já não conseguem fazer esse percurso. O tráfego está ficando muito lento. Logo,  pedimos a atenção especial do governador Flávio Dino e do secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto, para viabilizar a recuperação dessas MAs”, disse a deputada.