Flávio Dino defende semiaberto para Lula hoje: ‘direito inequívoco’

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), defendeu hoje (23), nas redes sociais, que o ex-presidente Lula (PT) seja imediatamente autorizado a deixar a prisão, por progressão de regime.

Segundo o comunista, como completou nesta segunda-feira 1/6 de cumprimento da pena no caso do Triplex do Guarujá, o “direito à progressão de regime é inequívoco”.

“Como tenho sustentado, o ex-presidente Lula tem direito ao regime semiaberto desde abril, em face de detração penal. Hoje, 23 de setembro, Lula completa 1/6 de cumprimento da pena e direito à progressão de regime é inequívoco”, escreveu.

Lula foi condenado em segunda instância no caso do triplex no dia 24 de janeiro de 2018. Na ocasião, a 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) aumentou a pena para 12 anos e 1 mês de prisão – pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro – com início em regime fechado.

Em julho de 2017, Lula já havia sido condenado pelo juiz da Lava Jato na primeira instância, Sérgio Moro. Ele está preso desde o dia 7 de abril de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *